Massa rebate críticas: “deixar Bottas passar não era o certo”

Brasileiro ressalta que seu ritmo com os pneus duros era muito mais rápido que o do companheiro de equipe.

Com a insatisfação do companheiro de equipe Valtteri Bottas logo após o fim do GP da Grã-Bretanha neste último domingo, Felipe Massa se defendeu das críticas do finlandês. Segundo o brasileiro, Bottas não conseguiu ultrapassá-lo pois não tinha um ritmo tão bom que o fizesse andar na frente sem a ajuda do DRS.

LEIA MAIS 

Williams se defende de erro na chuva: “Vettel teve 15 segundos a mais”

Acidente na NASCAR atinge grade de proteção dos torcedores

O que aprendemos do GP da Grã-Bretanha? Confira análise

Bottas se viu prejudicado pela atitude, apesar de, após a primeira parada, não ter conseguido mais atacar Massa.

"Com o pneu duro eu era mais rápido, por isso deixar o Bottas passar definitivamente não era a coisa certa a se fazer", disse o brasileiro.

"Além disso, ele estava com o DRS. Isso facilitou que ele me seguisse nas retas longas. Sem DRS, teríamos um ritmo similar."

O brasileiro também sofreu com um pit stop lento, o que lhe custou a liderança para Lewis Hamilton e quase o segundo lugar para Nico Rosberg naquele momento.

"O maior problema no meu primeiro pit stop foi que nós tivemos de limpar a minha asa traseira. Isso tomou algum tempo, e eu quase perdi duas posições. Ainda tive de lutar com Nico Rosberg no pit lane.”

"E aí a chuva veio e nós paramos tarde demais, o que foi frustrante. Não estar no pódio foi uma grande pena."

“A chuva também ressaltou as fraquezas de nosso carro no molhado.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Grã-Bretanha
Pista Silverstone
Pilotos Felipe Massa
Equipes Williams
Tipo de artigo Últimas notícias