Massa rebate Piquet e vê pilotos atuais tão talentosos quanto Senna e Mansell

Brasileiro apontou as dificuldades encontradas pelos pilotos atuais da F1 para rebater os argumentos de Piquet

Massa elogiou a atual geração de pilotos
Nelson Piquet classificou a Fórmula 1 atual como uma ‘m...’, questionando a capacidade dos atuais pilotos. Felipe Massa, por outro lado, rebateu a opinião do tricampeão mundial. Em entrevista ao ‘Sportv’, o piloto brasileiro valorizou o talento dos atuais membros da categoria e destacou as atuais dificuldades no campeonato.
 
[publicidade]“Muita gente fala ‘naquela época tinha muito mais ultrapassagem, os carros andavam de lado’. Mas os carros eram feitos para andar dessa maneira. Hoje se você andar de lado você vai ficar muito mais lento. O mundo mudou e ficou muito mais profissional e diferente. Muitos falam ‘naquela época tinha Ayrton Senna, Nigel Mansell’, mas hoje tem outros pilotos que tem talento elevado igual”, declarou.
 
“Naquela época era o volante, o câmbio, o acelerador, o freio e a embreagem. Hoje em dia o que você muda de coisas (no volante) em uma volta, o que você tem que sabe a mais do que naquela época é diferente. É outro mundo, é outro esporte. Você tem que guiar igual, mas tem muito mais coisa para fazer hoje dia do que naquela época”, completou.
 
A semana pós-Interlagos tem sido movimentada para Felipe Massa. Além da entrevista ao ‘Sportv’, o brasileiro participou de um jogo beneficente no Morumbi e comentou sobre a temporada, que passou das dificuldades para bons resultados nesta reta final.
 
“Eu venho andando rápido, já vinha no começo do ano, boas participações, muitas coisas aconteceram que não fiz parte. Fui jogado pra fora na primeira corrida; na Alemanha, o Magnussen acabou me tocando; em Silverstone, tive problema na largada, entrei em um acidente. Foram tantas coisas que foram muitos pontos, minha posição está errada pelo que deveria ter sido, tenho certeza que em um campeonato normal seria”, disse Massa, satisfeito com a Williams.
 
“No primeiro treino, vi que o carro era bom. Tínhamos alguns problemas para solucionar, não era de um dia para o outro. Acho que fomos a equipe que mais cresceu durante o campeonato, ninguém imaginaria que brigaríamos pelo terceiro lugar no campeonato. Foi um ano maravilhoso, pena que perdi alguns pontos, mas acho que foi sensacional”, encerrou.
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias