Massa se anima com rendimento, mas chama a atenção para pneus

Mesmo que espere algo em torno de duas paradas na corrida, quarto colocado nos treinos livres diz que desgaste é alto

Quarto colocado nos treinos livres para o GP de Mônaco, Felipe Massa se mostrou satisfeito com o rendimento da Ferrari nesse início de final de semana, mas chamou a atenção para a necessidade de trabalhar melhor a economia dos pneus traseiros.

Ouvido pelo TotalRace em Monte Carlo, o brasileiro destacou o bom desempenho da Mercedes, que liderou ambas as sessões, também nas simulações de corrida, ao contrário das etapas anteriores, em que o time alemão largou na ponta e depois perdeu terreno.

“É uma pista que tem um grande desgaste de pneu, como as outras. Aqui, usamos os pneus mais macios do campeonato. Mas acho que o carro está bom, está competitivo, só não sei se é o bastante para estar à frente da Mercedes, que fez um ótimo tempo e também teve uma simulação de corrida constante. Acho que o importante é que a gente esteja na briga.”

Mesmo com o desgaste, Massa espera algo em torno de duas paradas para a corrida. “Lógico que, certamente, não teremos quatro paradas aqui. Talvez nem três. Mas há um desgaste. São muitas voltas e temos de trabalhar bem, principalmente os pneus traseiros, para ter um ritmo constante na corrida.”

Em relação à Red Bull, que não figurou entre os primeiros colocados – Mark Webber fechou o dia em quinto e Sebastian Vettel, em nono – Massa lembrou que é comum que o time anglo-austríaco não mostre suas forças nos treinos livres.

“Vimos que a Red Bull não esteve na frente nos treinos também em outras pistas. Acho que eles estarão mais rápidos na classificação, estarão competitivos. E também estaremos na briga, buscando largar o mais à frente possível porque sabemos que isso conta bastante na hora da corrida.”

Fernendo Alonso, terceiro do dia, falou que o treino foi inconclusivo e que será necessário esperar até sábado para se ter uma ideia mais clara. “Mais do que em qualquer outro lugar, aqui você precisa andar bastante para se adaptar à pista. Estou muito feliz por termos concluído o planejamento hoje. Mas, mesmo se a sensação é boa e se não tivemos problemas durante o dia, não temos uma ideia clara de como está o grid. Vamos ter de esperar para ver onde nossos rivais estão, porque aqui ninguém anda 100% até o sábado.”

“Não tivemos muito tempo para fazer comparação de pneus aqui. Os resultados foram não foram surpreendentes: O supermacio é mais rápido e degrada mais”, concluiu.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP de Monaco
Pilotos Fernando Alonso , Felipe Massa
Tipo de artigo Últimas notícias