Massa: troca de pilotos seria direção errada para a Williams

Brasileiro acredita que equipe correria o risco de ir a um caminho ruim caso decida substituí-lo em vaga para 2018

Felipe Massa acredita que a Williams iria em uma direção “muito pior” caso ele não seja mantido ao lado de Lance Stroll na próxima temporada.

A equipe inglesa dará testes a Robert Kubica e Paul di Resta em seu carro de 2014 para avaliar suas opções para a vaga que ainda está aberta ao lado do canadense.

O diretor técnico do time, Paddy Lowe, insiste que Massa (e outros pilotos) ainda estão sendo considerados para o posto. Contudo, o brasileiro acredita que uma mudança seria um erro para a Williams.

“Eu acho que é frustrante que uma equipe tente ir para uma direção que pode ser muito pior do que manter os mesmos pilotos”, disse Massa.

“Lance está crescendo muito, e, para ser honesto, estou realmente fazendo um ótimo trabalho com minha pilotagem, então acho que a equipe tem uma direção que pode ser positiva ao manter as coisas como estão. Se a equipe mudar algo, eles podem pagar um preço mais alto do que terá ao me manter.”

“Acho que a equipe sabe 100% o que eu sou capaz de fazer. A posição em que estou na classificação do campeonato não é por causa dos meus erros, e sim por causa de coisas que aconteceram em três corridas, o que me custou talvez 30 pontos.”

“Se eu tivesse os pontos que eu deveria ter, não pelos meus erros durante a temporada, eu estaria lutando bem de perto com os caras da Force India.”

Massa acredita que Lowe quer sua permanência, mas que a situação financeira poderá ser decisiva.

“Eu gosto muito de Paddy e Paddy sabe o que é melhor para a equipe, com certeza. Talvez não seja 100% sua decisão, e eles precisam tomar uma decisão que também seja relacionada a outras coisas.”

“Infelizmente, dinheiro é parte do jogo, não da forma certa para pilotos profissionais ou equipes profissionais. É por isso que acho que a Williams está na direção que está indo, se comportando como uma equipe profissional – senão, eles estariam pensando em coisas diferentes.”

Massa acrescentou que preferiria saber o que acontecerá antes do GP do Brasil para que ele saiba se ela se tratará de sua última corrida em casa.

“Acho que será melhor para a equipe e para mim saber antes do Brasil. Estou totalmente motivado para continuar. Sinto que estou tirando o melhor do carro, trabalhando bem com a equipe, e é nisso que acredito.”

Questionado se consideraria se aposentar antes do GP de Abu Dhabi se a equipe quisesse que ele abra caminho para um outro piloto, o que faria de Interlagos sua última corrida, ele disse: “Não sei. Acho que precisamos esperar e ver no momento.”

“Com certeza se eu não souber no Brasil, vou tentar aproveitar minha última corrida em casa. Isso não significa que tenho de dizer adeus. Se eu tiver que esperar uma ou duas semanas, não vai mudar minha vida completamente.”

“Talvez no meu coração eu tratarei como minhas últimas corridas. Não preciso provar mais nada a ninguém. Sei o que posso dar e as pessoas também sabem.”

“Não é que todo ponto e toda classificação vai mudar meu futuro ou a forma com que as pessoas me conhecem.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Felipe Massa
Equipes Williams
Tipo de artigo Últimas notícias