Massa vê última sexta normal, mas crê em domingo emocionante

compartilhar
comentários
Massa vê última sexta normal, mas crê em domingo emocionante
24 de nov de 2017 17:06

Piloto da Williams termina dia em 11º lugar e se vê em briga direta com “cinco ou quatro carros” pelo Q3

Felipe Massa, Williams FW40
Felipe Massa, Williams
Felipe Massa, Williams
Felipe Massa, Williams FW40
Felipe Massa, Williams FW40
Felipe Massa, Williams
Felipe Massa, Williams and Lance Stroll, Williams
Felipe Massa, Williams

Prestes a iniciar sua última corrida na Fórmula 1, Felipe Massa revelou que não se sentiu diferente em sua última sexta-feira na maior categoria do automobilismo. Para ele, sua sensação foi normal. Massa terminou a segunda sessão de hoje em 11º lugar, a 1s758 do líder na tabela de tempos, Lewis Hamilton.

Segundo o brasileiro, as emoções podem aflorar mais a partir de agora.

“Já tive sextas-feiras que cheguei em primeiro, muito motivado e muito feliz. Hoje terminei em 11º - dez posições atrás do que já consegui”, iniciou Felipe.

“Não foi uma sexta horrível, foi um dia normal. Tentei sentir o carro, tentei sentir os pneus e tudo. Fiz algumas voltas boas também. Mas ainda não senti nada de diferente ou estranho, diferente de outras sexta-feiras que já tenha feito.”

“Talvez quando eles estiverem na primeira corrida da próxima temporada, acho que vou sentir um pouco mais, sentir falta da competição. Mas estou pronto para isso. Acho que é a hora certa. O que posso dizer é que estou grato por tudo o que passei. Vamos ver como será sábado e domingo. Espero ter uma boa corrida para terminar bem.”

Massa acredita que terá grande concorrência para repetir o bom resultado do Brasil.

“Estamos em cinco ou quatro carros lutando por alguns décimos. Sabemos com quem vamos lutar e precisamos nos concentrar nisso”, seguiu.

“Acho que a corrida é importante. Se nos classificarmos em décimo ou nono, não vai ser uma grande diferença ter ou não passado para o Q3. Precisamos nos concentrar na corrida, no que podemos fazer. Se pudermos marcar pontos definitivamente será positivo. É isso que tenho que ter em mente.”

“No ano passado não me senti tão diferente do que estou sentindo agora. Porque, quer dizer, você está trabalhando e fazendo muitas coisas diferentes. Mesmo no Brasil, minha sexta foi normal. Domingo foi diferente. Acho que quando terminar no domingo vou pensar: ‘ok, está é minha última volta em um carro de Fórmula 1’. Mas, como eu disse, pode ser que na primeira corrida do ano que vem eu sinta mais.”

Próxima Fórmula 1 matéria
Ricciardo: gesto para Grosjean foi “no calor do momento”

Previous article

Ricciardo: gesto para Grosjean foi “no calor do momento”

Next article

Vettel admite que equipe trabalha pensando em 2018

Vettel admite que equipe trabalha pensando em 2018
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP de Abu Dhabi
Localização Yas Marina Circuit
Pilotos Felipe Massa Shop Now
Tipo de matéria Últimas notícias