"Massa viveu a mesma situação que eu, e hoje luta pela pole", reflete Alonso

compartilhar
comentários
Por: Julianne Cerasoli
8 de nov de 2014 16:22

Com o futuro indefinido com duas etapas para o final e vivendo calvário na Ferrari, espanhol se compara a brasileiro

Não foi uma classificação das mais fáceis para Fernando Alonso, que larga em oitavo no GP do Brasil: o espanhol chegou a reclamar veementemente pelo fato da Ferrari não ter recarregado as baterias de seu carro antes de sua primeira ida à pista e não demonstrou ritmo por todo o treino.

[publicidade] Questionado sobre o momento que vive, provavelmente fazendo suas últimas provas pelo time italiano, Alonso comparou sua situação com a de Felipe Massa no final da última temporada. “Se eu sair da Ferrari, vamos tentar fazer o melhor possível. Felipe esteve na mesma posição ano passado e, hoje, está lutando pela pole. Então veremos o que vai acontecer.”

Sobre suas chances para a corrida, Alonso aposta na chuva para ganhar posições. “Precisamos de alguma ajuda dos outros para recuperar algumas posições. Talvez a chuva seja um desses fatores [que podem ajudar], pois podemos abandonar se arriscarmos demais ou também podemos ter um grande resultado se tudo der certo.”

A meta do espanhol é, pelo menos, não perder pontos para a McLaren, para ajudar a Ferrari na luta pelo quarto lugar no mundial de construtores. A terceira colocada, Williams, está longe demais, reconhece o espanhol.

“O campeonato de construtores é minha prioridade. Talvez a Williams esteja muito melhor do que nós, mas também precisamos nos defender da McLaren, então temos de tentar ficar na frente deles.”

Com duas etapas para o final, a Williams soma 238 pontos, contra 196 da Ferrari e 174 da McLaren.

Raikkonen, ao contrário de Alonso, termina o sábado satisfeito

Enquanto Alonso permanece insatisfeito - e trata de não esconder as reclamações da Ferrari -, Raikkonen mostra evolução nas últimas semanas. O finlandês, apesar do 10º lugar no grid de largada para a corrida deste domingo, deixou o Autódromo de Interlagos confiante para a prova.

"Tem sido um prazer guiar o carro neste final de semana. Obviamente, terminar em 10º não é tão impressionante, mas temos mostrado boa evolução. O carro tem se comportado bem, e isso é positivo, é um ponto muito positivo", disse o finlandês.
Próxima Fórmula 1 matéria
Após melhor treino em seis anos, Massa quer desafiar as Mercedes

Previous article

Após melhor treino em seis anos, Massa quer desafiar as Mercedes

Next article

Pole, Rosberg evita se empolgar e garante: Aprendi com os erros de Austin

Pole, Rosberg evita se empolgar e garante: Aprendi com os erros de Austin
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Julianne Cerasoli
Tipo de matéria Últimas notícias