McLaren admite que falhas de 2013 atrapalham novo carro

Segundo Martin Whitmarsh, tentativa de melhorar projeto atual faz com que modelo de 2014 tenha menos recursos

Martin Whitmarsh admitiu que as dificuldades enfrentadas pela McLaren com o carro desta temporada estão atrasando as pesquisas para o modelo do ano que vem, quando a Fórmula 1 passará por uma grande mudança de regulamento.

Todas as equipes começaram há alguns meses a desenvolver o projeto de 2014, mas o chefe da McLaren afirmou que o início ruim nesta temporada fez com que a equipe colocasse menos dinheiro no próximo projeto.

Mesmo estando a 102 pontos da líder do mundial de construtores, a Red Bull, o time de Woking precisa primeiramente entender por que o projeto de 2013 está equivocado para, depois, concentrar esforços no próximo carro.

“[A divisão dos recursos] é na verdade menor do que planejávamos porque temos mais trabalho com o carro deste ano”, garantiu Whitmarsh. “Ainda é cedo na temporada. Temos dificuldades em desistir, temos de acreditar que podemos ter bons resultados. Às vezes isso pode ser uma fraqueza nossa, e vamos lidar com isso no final da temporada, mas no momento estamos determinados em tornar nosso carro competitivo e ter os resultados que esperamos.”

Para o futuro, o chefe da equipe espera que o recém-divulgado acordo para ter os motores Honda a partir de 2015 faz parte de um plano para que a McLaren continue como uma das grandes equipes do esporte.

“Acho que é muito claro que a McLaren precisa ser apoiada como uma equipe de fábrica, unindo forças com uma grande fabricante. Há muito trabalho entre 2014 e 2015 e certamente será um desafio duro para a equipe. Vamos fazer tudo o que pudermos para vencer corridas com a Mercedes neste e no próximo ano, mas inevitavelmente a mudança para a Honda em 2015 nos dá o alicerce para sermos uma das grandes equipes.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias