McLaren anda com carros diferentes para recuperar terreno

Enquanto Button fez o trabalho de acerto para o GP da Malásia, Perez testou novas soluções para tirar time do buraco

Correndo atrás do prejuízo depois de um final de semana com apenas dois pontos na Austrália, a McLaren adotou caminhos diferentes para seus pilotos nos treinos livres para o GP da Malásia. Enquanto Jenson Button trabalhou no acerto para a classificação e a corrida, Sergio Perez experimentou novidades no carro.

“Fizemos algumas mudanças importantes”, afirmou o mexicano. “Hoje não seria um momento para ficar experimentando coisas, mas estamos nessa posição porque não somos competitivos. Amanhã temos de mudar o carro totalmente outra vez para ver o que conseguimos em termos de tempo de volta. O carro melhorou em relação à Austrália, mas temos de manter a consistência amanhã. Como mudaremos tudo, terei pouco tempo para me acostumar antes da classificação”, lamentou.

“Os dois carros estiveram bastante diferentes para vermos em qual direção vamos e entender melhor o carro. É uma pista mais real, então nos ajudou bastante testar aqui. O ideal não seria fazer isso, mas só amanhã vamos começar do zero a trabalhar no acerto.”

Ambos os pilotos da McLaren retornam ao palco de seus primeiros pódios na Fórmula 1 – Button em 2004 e Perez ano passado. A lembrança do mexicano, então na Sauber, ainda é forte.

“Foi incrível ir passando por algumas curvas e lembrar do meu caminho para chegar ao meu primeiro pódio, uma sensação ótima. Mas agora estamos muito longe disso. Porém, o carro é muito melhor com intermediários, então esperamos que venha chuva para amanhã e para o domingo. Isso pode nos ajudar.”

A melhora do desempenho do carro com pneus para chuva leve também colocou uma pulga atrás da orelha de Button.

“Não sei por que conseguimos fazer o pneu intermediário funcionar tão bem, ainda estamos tentando entender isso. No seco, parece que nosso ritmo é melhor do que em Melbourne se comparado ao pessoal da frente e ainda há melhorias que podemos fazer para amanhã porque corremos com configurações diferentes em ambos os carros. Estamos próximos de tirar o máximo do carro que temos no momento, até porque um circuito com poucas ondulações nos ajuda.”

O inglês lamentou a má sorte, com furos em dois de seus jogos de pneus, mas não mostrou preocupação com os compostos da Pirelli para a corrida. “Não acho que teremos muita degradação aqui na corrida, então largar com o pneu duro não é algo que estamos estudando no momento.”

Perez fechou o dia em 11º, uma posição à frente de Button. Separados por centésimos, os dois ficaram a 1s3 da ponta.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Malásia
Pilotos Jenson Button , Sergio Perez
Tipo de artigo Últimas notícias