McLaren aposta em ritmo de corrida para tentar parar Red Bull

Terceiro, Hamilton está mais confiante do que nas últimas provas; Button, o quarto, segue com dificuldades com os pneus

O treino de classificação do Grande Prêmio da Índia deixou o grid com a clara ideia de que as forças estão bem definidas entre as equipes. A Red Bull fechou a primeira fila, assim como McLaren e Ferrari, respectivamente, fizeram com a segunda e terceira filas.

Lewis Hamilton, terceiro colocado no treino de classificação, ficou a menos de três décimos da pole de Sebastian Vettel. “Estou satisfeito. Não posso reclamar. Amo estar sempre na frente e continuar na luta pelo título. Ainda posso lutar por vitórias.”

“Estou feliz de estar aqui [na Índia], em ser um dos caras que está aqui para pilotar neste fantástico circuito.”

Mesmo que seja difícil esperar que alguém neste momento possa bater a Red Bull na pista, o inglês não joga a toalha. “Ainda podemos vencer. Claro que a cada corrida as oportunidades vão ficando menores. Se tivermos uma boa largada amanhã, podemos desafiá-los.”

Apesar da confiança, Hamilton tenta dimensionar a diferença de seu carro para o de Vettel e Mark Webber. “Acho que eles estão meio segundo em nossa frente. De quatro a cinco décimos.”

Assim como na sexta-feira, o campeão do mundo de 2008 aponta a possibilidade de uma parada. “A corrida será longa. Alguns farão uma parada, outros duas. Espero que consigamos fazer uma parada e tudo depende de quanto nossos pneus irão durar.”

“Estou mais animado para essa corrida do que estive nas outras. Temos chance na largada e duas zonas de DRS”, completou Hamilton.

Jenson Button fecha a segunda fila; é o quarto colocado. O inglês sofreu com os pneus Pirelli o fim de semana inteiro. “Não foi tão mal. Sofremos para fazer o pneu funcionar na primeira volta, principalmente eu, o que vem sendo comum.”

“Fui para uma estratégia diferente de todos, de três tentativas. Funcionou no Q2, mas no Q3 não”, acrescentou Button.

Muitos pilotos comentaram que os jogos de pneus da Pirelli apresentaram inconsistência, alternando boas e más performances. Com o piloto da McLaren foi diferente: “Eu sofri com falta de aderência o todo o tempo, sem exceção.”

Sobre a disputa com a Red Bull, Button não sabe o que esperar. “Não tenho uma ideia clara de nosso ritmo de corrida. Não andei muito ontem. Não era onde queríamos estar. Espero que as mudanças que fizemos funcionem. Estamos competindo e espero fazer o melhor trabalho possível.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Índia
Pilotos Jenson Button , Lewis Hamilton
Tipo de artigo Últimas notícias