McLaren confirma Alonso e Button como companheiros em 2015

Equipe opta pela experiência do inglês para formar parceria com o espanhol, que retorna ao time após oito anos

A McLaren oficializou o retorno de Fernando Alonso ao time depois de oito anos nesta quinta-feira e encerrou as especulações que começaram ainda no ano passado. Mas a grande surpresa foi a manutenção de Jenson Button, cujas chances de continuidade pareciam pequenas há pouco menos de um mês, quando a temporada de 2014 foi encerrada.

“Fernando e Jenson, juntos, participaram de precisamente 500 GPs – uma grande marca – e venceram 47 deles”, salientou o presidente da equipe, Ron Dennis. “Posso dizer com segurança que temos, por uma questão de magnitude, a melhor dupla de pilotos de qualquer equipe na Fórmula 1 atual.”

LEIA MAIS:


[publicidade] A opção pelo inglês em detrimento de Kevin Magnussen, que é parte do programa de desenvolvimento de pilotos da McLaren e fez apenas sua primeira temporada em 2014, remonta uma tradição do time de Woking de unir dois campeões do mundo em uma mesma equipe. Ao dinamarquês caberá o cargo de piloto reserva.

Será a segunda vez que Alonso e Button correm juntos, mas a primeira que ambos serão titulares: na Benetton, em 2002, Button era piloto oficial e Alonso, reserva. No ano seguinte, o espanhol roubou a vaga do inglês, que foi para a BAR. Com a confirmação, o campeão de 2009 fará sua sexta temporada pela McLaren.

A McLaren não vence um campeonato desde a conquista de Lewis Hamilton em 2008 e não venceu uma corrida desde o GP de Brasil de 2012. A partir de 2015, o time apostas suas fichas na reedição da parceria vitoriosa com a Honda, da qual passa a ser uma espécie de equipe de fábrica após encerrar parceria de vinte anos com a Mercedes.
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias