McLaren correu sem limitação de potência na Hungria, diz chefe

Após vários problemas com o motor Honda, fábrica japonesa consegue prover durabilidade à nova versão de unidade motriz

Chefe da Honda na Fórmula 1, Yasuhisa Arai disse que conseguiu dar à McLaren o uso completo do ERS durante o GP da Hungria. A fábrica japonesa iniciou a última corrida com uma nova unidade de potência, com avanços importantes.

Perguntado se a Honda tinha sido capaz de correr com seu ERS em 100% na Hungria, Arai respondeu: "Sim, corremos com ele completamente cheio. Perfeito.”

"Não houveram limitações. Não restringimos em nada, foi muito bom. Conseguimos fazer um bom programa de desenvolvimento e também coletar muito bem energia para as baterias. Assim, o uso de energia foi pleno, o que é muito bom para nós."

Arai diz que o resultado é uma justa recompensa para ambos os lados do projeto McLaren-Honda depois de uma difícil primeira metade de temporada.

"Honestamente, estou muito feliz. Quero dizer um muito obrigado a todos da equipe e também pelo apoio de nossa fábrica em Sakura, e da McLaren, em Woking. Há muitas pessoas que trabalham muito duro e foi um resultado muito bom."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Jenson Button , Fernando Alonso
Equipes McLaren
Tipo de artigo Últimas notícias