McLaren da última vitória de Senna em Mônaco vai a leilão

O McLaren MP4/8A, guiado por Ayrton Senna em sua última vitória no GP de Mônaco, em 1993, irá à leilão em maio.

Senna terminou a temporada de 93 – sua última pela McLaren – em segundo na pontuação geral, 16 pontos atrás do campeão, Alain Prost.

Com este carro, de chassi número seis, ele conquistou sua sexta e última vitória em Mônaco, um recorde que se mantém até hoje.

Senna também guiou aquele carro por mais sete corridas naquele ano, terminando em segundo em sua estreia, no GP da Espanha, atrás de Prost.

Depois do GP da Itália, prova em que Senna abandonou depois de acidentes com Damon Hill e Martin Brundle, o chassi seis foi usado como carro reserva nas duas últimas provas do ano, no Japão e na Austrália, vencidas por Senna.

O carro, equipado com motor Ford, é descrito pela casa de leilões Bonhams como “surpreendentemente bem preservado” e “pronto para ser utilizado”.

Apesar da Bonhams não citar uma estimativa exata de preço, espera-se que o McLaren seja vendido na casa de sete dígitos. O leilão será realizado no dia 11 de maio, em Mônaco.

Em novembro do ano passado, a Ferrari com que Michael Schumacher venceu sua última prova em Mônaco, em 2001, foi vendida por US$ 7,5 milhões, o preço mais alto de venda para um carro de F1 moderno.  

Mark Osborne, especialista global em automobilismo da Bonhams, disse: “Ayrton Senna foi o piloto mais carismático da era moderna, e o MP4/8A foi o carro com o qual sua equipe, a McLaren, ultrapassou a Ferrari como a equipe mais bem sucedida da história da F1.”

“Este chassi em particular, o número seis, cimentou a lenda do rei de Mônaco. Nós, da Bonhams, estamos honrados e empolgados para poder apresentar um dos carros mais importantes de todos os tempos.”

Matt Kew

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias