McLaren: Desempenho será o que definirá motor de 2018

CEO da equipe volta a afirmar que não procura acordos vantajosos financeiramente para fornecimento de motores para 2018

Com pressa para manter o espanhol Fernando Alonso interessado em continuar na equipe, a McLaren disse que continua negociando para ter o motor mais competitivo possível para a próxima temporada.

Falando no GP da Itália na véspera de uma decisão da McLaren nas próximas semanas, o diretor executivo do time, Zak Brown, disse que a decisão para 2018 - que está aparentemente entre Renault e Honda - será baseada puramente na competitividade em pista.

"Este é o mês que decidimos, e provavelmente o início deste mês será o momento em que vamos tomar uma decisão sobre nossa direção para o próximo ano", disse Brown.

"É muito complicado. São várias peças do quebra-cabeça, algumas em nosso controle e outras não. A melhor coisa para a McLaren é tornar possível a melhor decisão esportiva. Os negócios seguirão o exemplo.”

"Estamos aqui para vencer, é isso que nos fez ter sucesso. Então vamos tomar uma decisão esportiva. Não podemos nos dar ao luxo de não estar no pódio. É uma grande decisão que tem muitos elementos.”

"Felizmente, temos acionistas extremamente comprometidos. Podemos tomar uma decisão esportiva e lidar com a economia. Não somos desafiados financeiramente.”

"Nós vamos nos sentar na próxima semana com caras que são muito mais inteligentes em unidades de potência do que eu. O que quer que façamos, vamos ter um elemento de risco, mas isso é Fórmula 1.”

Planos para manter Alonso

A McLaren continua conversando com Fernando Alonso sobre um acordo para 2018, com a futura competitividade da equipe no centro da decisão do espanhol.

No entanto, Brown acrescentou que a McLaren está ciente de que precisa ter outros planos em mente caso não consiga convencer o bicampeão mundial a permanecer.

"Fernando não nos deu nenhum ultimato do tipo 'eles ou eu'. Tudo o que ele quer é um carro competitivo", disse ele.

"Eu vou passar mais tempo com ele neste fim de semana, e sua decisão será baseada em se ele pensa que seremos competitivos ou não. Ele não tem sido específico no motor em seus desejos.”

"Ele ainda não assinou conosco e as negociações estão em andamento. Elas estão indo muito bem, mas você precisa ter os planos B e o C. Caso não cheguemos a um acordo, nós teremos esses planos."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Equipes McLaren
Tipo de artigo Últimas notícias