McLaren fecha a primeira fila na Itália com Hamilton à frente

Terceiro no grid, Felipe Massa se classifica à frente de Fernando Alonso pela primeira vez no ano na casa da Ferrari

Depois de dominar os treinos, Lewis Hamilton marcou a pole no GP da Itália, com Jenson Button em segundo lugar. Conquistando seu melhor resultado em classificação desde o GP do Canadá de 2011 e superando o companheiro Fernando Alonso pela primeira vez no ano, Felipe Massa larga em terceiro. Bruno Senna será o 13º.

Q1

A primeira parte do treino foi bastante movimentada, com os pilotos permanecendo na pista por diversas voltas com o pneu duro. Nico Rosberg e Fernando Alonso lutaram pela ponta, com Felipe Massa em terceiro, enquanto Pastor Maldonado e Jenson Button só foram à pista nos 10 minutos finais.

Lewis Hamilton veio baixando o tempo nos dois primeiros setores, mas a Ferrari se mostrou mais rápida no último setor. Assim, o inglês marcou um tempo menos de um décimo mais lento que Alonso.

Com uma falha aparentemente hidráulica – o piloto reportou via rádio que o motor desligou e não conseguia selecionar marchas – Nico Hulkenberg não marcou tempos e fez com que a maioria dos pilotos economizassem os pneus, sendo eliminado junto dos carros das nanicas. Substituto de Romain Grosjean, Jerome d’Ambrosio voltou à pista, assim como os Toro Rosso, para não serem ameaçados pelas Caterham.

Assim, Heikki Kovalainen classificou-se em 18º, à frente de Vitaly Petrov, Timo Glock, Charles Pic, Narain Karthikeyan e Pedro de la Rosa, na primeira vez que o indiano se classificou à frente do companheiro.

Q2

A história da luta direta entre Ferrari e McLaren continuou na segunda parte da classificação, com Alonso marcando o melhor tempo, Massa quarto e a dupla da McLaren em segundo e terceiro. Após as primeiras tentativas, Senna – a seis milésimos de Maldonado –, Perez, Webber, Kobayashi, D’Ambrosio, Ricciardo e Vergne eram os eliminados.

Com isso, as quatro primeiras e as Mercedes, que eram quinto e sexto colocados, não voltaram à pista. Na segunda tentativa, ambas as Williams ficaram fora – Maldonado, inclusive, não se classificou entre os 10 melhores pela primeira vez em seis GPs e, com a perda de 10 posições pelas punições recebidas em Spa, o venezuelano larga em 22º. Com isso, Senna classificou-se em 13º.

Junto das Williams, ficaram no Q2 Webber, Perez, Ricciardo, d’Ambrosio e Vergne.

Q3

Alonso errou seu primeiro setor e abortou a primeira tentativa, depois de também não fazer uma segunda boa volta. Isso abriu a chance para Hamilton, que fez o primeiro tempo no início da terceira fase da classificação. Massa fez o segundo tempo, à frente de Button e Vettel, sendo que os demais preferiram fazer apenas uma tentativa.

Depois de lutar pela ponta durante toda a classificação, Alonso decepcionou em sua última tentativa e se classificou apenas em décimo. Hamilton e Button fecharam a primeira fila, com Felipe Massa, superando o companheiro pela primeira vez no ano, em terceiro. Di Resta surpreendeu, classificando-se em quarto, mas, com a punição pela troca de câmbio, o escocês largará em nono. Completaram o top 10 Schumacher, Vettel, Rosberg, Raikkonen e Kobayashi.

Confira o resultado da classificação

1º Lewis Hamilton      McLaren-Mercedes      1m24.010s
2º Jenson Button       McLaren-Mercedes      1m24.133s  + 0.123s
3º Felipe Massa        Ferrari               1m24.247s  + 0.237s
4º Michael Schumacher  Mercedes              1m24.540s  + 0.530s
5º Sebastian Vettel    Red Bull-Renault      1m24.802s  + 0.792s
6º Nico Rosberg        Mercedes              1m24.833s  + 0.823s
7 Kimi Raikkonen      Lotus-Renault         1m24.855s  + 0.845s
8º Kamui Kobayashi     Sauber-Ferrari        1m25.109s  + 1.099s
9º Paul di Resta       Force India-Mercedes  1m24.304s  + 0.294s*
10º Fernando Alonso     Ferrari               1m25.678s  + 1.668s

Q2
11º Mark Webber         Red Bull-Renault      1m24.809s  + 0.567s
12º Sergio Perez        Sauber-Ferrari        1m24.901s  + 0.659s
13º Bruno Senna         Williams-Renault      1m25.042s  + 0.800s
14º Daniel Ricciardo    Toro Rosso-Ferrari    1m25.312s  + 1.070s
15º Jerome d'Ambrosio   Lotus-Renault         1m25.408s  + 1.166s
16º Jean-Eric Vergne    Toro Rosso-Ferrari    1m25.441s  + 1.199s
Q1

17º Heikki Kovalainen   Caterham-Renault      1m26.382s  + 2.207s
18º Vitaly Petrov       Caterham-Renault      1m26.887s  + 2.712s
19º Timo Glock          Marussia-Cosworth     1m27.039s  + 2.864s
20º Charles Pic         Marussia-Cosworth     1m27.073s  + 2.898s
21º Narain Karthikeyan  HRT-Cosworth          1m27.441s  + 3.266s
22º Pastor Maldonado    Williams-Renault      1m24.820s  + 0.578s**
23º Pedro de la Rosa    HRT-Cosworth          1m27.629s  + 3.454s
24º Nico Hulkenberg     Force India-Mercedes

*perdeu cinco posições no grid pela troca do câmbio
*perdeu cinco posições no grid por queimar a largada e mais cinco por provocar colisão com Glock no GP da Bélgica.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Itália
Tipo de artigo Últimas notícias