McLaren mira superar Williams e Force India no Canadá

De acordo com Button e Magnussen, ausência de curvas de alta velocidade ajudam performance do time inglês

Depois de marcar apenas nove pontos nas últimas quatro corridas, a McLaren se mostra mais otimista após os primeiros treinos livres do GP do Canadá. Para Kevin Magnussen, o objetivo da equipe de Woking neste final de semana é liderar o pelotão intermediário. “Se conseguirmos ficar à frente de Williams e Force India, deveríamos ficar contentes.”

Estreante no Circuito Gilles Villeneuve, o dinamarquês foi o oitavo colocado e superou o companheiro Jenson Button, novo. “Gostei de pilotar nesta pista. Achei que o carro se comportou bem e acho que podemos ter uma boa corrida. É verdade que, se ficar mais quente ao longo do final de semana, podemos ter superaquecimento dos pneus, mas será o mesmo para todos.”

Vencedor do GP do Canadá na épica corrida de 2011, Button se mostrou menos empolgado com o ritmo do carro, especialmente em situação de prova.

“Nas saídas com pouco combustível, não estava muito ruim, até porque o carro é bom de reta e aqui não há muitas curvas de alta velocidade, mas o rendimento piorava bastante com o carro mais pesado. Os pneus supermacios também tiveram muito graining, acho que fiz só umas cinco voltas com ele com o tanque cheio. Por outro lado, usamos o dia para fazer vários testes com ambos os carros, então foi um dia útil nesse sentido.”
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias