McLaren não é tão rápida para apostar em jovens pilotos

compartilhar
comentários
McLaren não é tão rápida para apostar em jovens pilotos
Por: Adam Cooper
Co-autor: Scott Mitchell
11 de ago de 2018 13:50

A experiência é uma prioridade para a formação da dupla de pilotos da McLaren para 2019, pois a equipe precisa de um carro melhor para "dar uma chance para dois jovens pilotos", diz Zak Brown

Fernando Alonso ainda deverá confirmar se deseja permanecer na Fórmula 1 no próximo ano e a McLaren tem que decidir se mantém Stoffel Vandoorne na equipe, que tem lutado para recuperar o potencial apresentado nas categorias de acesso.

A McLaren tem Lando Norris, candidato ao título da Fórmula 2 e piloto reserva da equipe, esperando para ver o quais as decisões serão tomadas, além de Kimi Raikkonen e Carlos Sainz que não têm futuro confirmado.

Perguntado se a McLaren priorizava uma lista de pilotos A ou aqueles que consideram opções mais realistas, Zak Brown respondeu na Hungria antes das férias de F1 que considera "todas as opções acima".

"É difícil ter um endereço específico, porque há muitas peças em movimento", disse.

Leia também:

"Em situações como esta, precisamos manter cada porta e caminhos abertos e esperar a queda das peças desse dominó. Às vezes, estão sob nosso controle e às vezes não".

"Conhecemos nossa situação com a Stoffel. Estamos vendo que outras oportunidades podem ou não estar disponíveis e o que o Fernando [Alonso] vai quer fazer."

"Também se trata do pacote - experiência e juventude - especialmente na situação em que estamos. Porque estamos em uma fase de reconstrução e ter dois jovens pilotos em nossos carros não seria o melhor."

"Se tivéssemos um carro melhor, então poderíamos correr riscos com dois jovens pilotos porque estaríamos dando a eles bons carros."

Enquanto o futuro de Alonso está em suas próprias mãos, Vandoorne está lutando para manter sua vaga.

Brown disse que a McLaren ainda apoia Vandoorne e disse que foi dado "muito apoio" a ele, apontando a mudança chassi antes do fim de semana do GP da Hungria, depois de sofrer problemas de downforce em comparação com o carro de Alonso.

"A realidade é que temos duas vagas abertas e nosso trabalho é contar o melhor cenário possível de pilotos e isso requer conversar com outros pilotos do pitlane", disse Brown.

"Cada piloto sabe que precisa se apresentar no mais alto nível, porque as equipes estão sempre procurando a melhor solução a cada momento."

"Apoiamos muito o Stoffel. É uma das razões pelas quais Gil (de Ferran) se juntou à equipe para ajudar com a situação."

"Eu me sinto muito confortável o apoiando o máximo possível durante a temporada de rumores da F1 e, claro, enquanto vemos as oportunidades existentes."

Brown havia indicado que a situação da Force India seria fundamental no mercado de pilotos.

Agora a Force India foi salva por um consórcio liderado por Lawrence Stroll, que afetará o mercado porque se espera que seu filho, Lance Stroll, deixe a Williams e não entre no lugar de Esteban Ocon ou Sergio Pérez.

Próxima Fórmula 1 matéria
Ocon diz ser contra liberação do DRS

Previous article

Ocon diz ser contra liberação do DRS

Next article

“Alonso divide a equipe no meio”, diz Massa

“Alonso divide a equipe no meio”, diz Massa
Load comments