McLaren: Novas regras vão produzir carros mais “invocados”

Engenheiro de time britânico crê que remodelagem vai deixar o visual dos carros mais atraente a partir desta temporada

O diretor técnico da McLaren, Tim Goss, acredita que os novos regulamentos da Fórmula 1 para 2017 irão produzir carros com aparência mais "invocada" e "legal". Os carros da F1 deste ano contarão com pneus mais largos e aerodinâmica significativamente melhorada. O objetivo é reduzir os tempos de volta em alguns segundos.

"Os carros de 2017 serão muito parecidos para os leigos, mas o pessoal da aerodinâmica está lutando para corrigir estruturas de fluxo em diferentes alturas há meses e meses", disse Goss em um artigo explicando as mudanças nas regras de 2017 no site da McLaren.

"Nós tivemos que repensar muitas áreas diferentes no carro, porque elas estão se comportando de forma diferente do que eram antes. Estes carros são mais baixos e invocados.”

"A parte traseira inferior, os pneus grandes e o grande difusor têm um ar frio."

Goss também considera que as mudanças podem mexer na hierarquia da F1.

"Tivemos mudanças maiores no passado - a mudança entre 1982 e 1983 do efeito-solo para assoalhos planos, por exemplo. Isso teve um grande impacto no desempenho. Mas a mudança desta temporada é uma das mais significativas que já vi no esporte", acrescentou Goss.

"Isso pode mudar a ordem das coisas. Mas o que normalmente acontece é que as equipes melhores e mais bem equipadas tendem a estar na frente no fim das contas.”

Novos carros vão redefinir curvas

Os carros novos terão tanta aderência que algumas curvas de alta velocidade se transformarão em retas, segundo Goss.

"O objetivo era fazer com que os carros parecessem mais agressivos, para torná-los mais rápidos, de modo que a F1 voltasse a ser o topo do automobilismo em termos de velocidade absoluta, fazendo os carros se tornarem difíceis de guiar", disse Goss.

"Os pilotos dizem que esses carros novos serão mais difíceis de dirigir, e que terão que trabalhar mais para obter o melhor do conjunto.”

"No fim, nós deveremos classificar algumas das curvas como retas neste ano."

"Os engenheiros definem uma curva como um ponto na pista onde o piloto tenha de levantar o pé do acelerador. Se ele está indo para uma curva e seu pé está no chão, classificamos isso como uma reta.”

"Se os carros forem mais rápidos, algumas das curvas de 2016 serão classificadas como retas. Isso fará com que o corpo seja mais submetido às forças G, e isso é ainda mais cansativo para o corpo."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Equipes McLaren
Tipo de artigo Últimas notícias