McLaren: problemas nos testes atrasaram evolução do carro

compartilhar
comentários
McLaren: problemas nos testes atrasaram evolução do carro
Por: Edd Straw
30 de mar de 2018 10:44

Equipe revela que levará ao Bahrein um grande pacote de novidades que deveria ter sido utilizado em Melbourne

Stoffel Vandoorne, McLaren MCL33
Fernando Alonso, McLaren MCL33
Stoffel Vandoorne, McLaren MCL33
Fernando Alonso, McLaren MCL33
Stoffel Vandoorne, McLaren MCL33
Stoffel Vandoorne, McLaren MCL33
Fernando Alonso, McLaren MCL33
Fernando Alonso, McLaren MCL33
Stoffel Vandoorne, McLaren MCL33
Fernando Alonso, McLaren MCL33
Stoffel Vandoorne, McLaren MCL33
Jos Verstappen, and Eric Boullier, McLaren Racing Director on the grid
Stoffel Vandoorne, McLaren MCL33
Stoffel Vandoorne, McLaren MCL33

A McLaren admitiu que seus problemas de confiabilidade na pré-temporada resultaram em atrasos na estreia de evoluções em seu carro no início do campeonato da F1.

Apesar de a McLaren ter utilizado parte de seu pacote de novidades na Austrália, o que incluiu novos dutos de freios e modificações no assoalho, a evolução significativa nos defletores foi adiada para o GP do Bahrein, da próxima semana.

Caso as peças funcionem como o esperado no Bahrein, isso deverá dar ao conjunto MCL33-Renault um avanço de vários décimos de segundo por volta.

“Obviamente não estávamos preparados para Barcelona e estamos felizes que tenhamos corrigido os problemas de confiabilidade para o fim de semana”, disse o diretor esportivo da McLaren, Eric Boullier.

“Mas, durante as últimas semanas [antes da corrida], voltamos nossa energia a corrigir os problemas de confiabilidade, e não em trazer as melhorias mais rapidamente à pista.”

“Então, teremos outro lote chegando no Bahrein, o que deveríamos ter tido na Austrália.”

Questionado quando a McLaren se recuperaria do atraso sofrido nos testes, Boullier indicou que isso poderia acontecer no GP da Espanha, em maio, a quinta etapa do campeonato.

“Não sei, mas diria que a resposta comum seria a primeira corrida europeia”, disse Boullier. “É o momento em que você tira o atraso e volta ao lugar onde deveria estar.”

Enquanto a McLaren rendeu de forma sólida na Austrália, com Fernando Alonso terminando em quinto e o parceiro Stoffel Vandoorne em nono, ainda há trabalho a ser feito no equilíbrio o carro.

Mas, com as novidades introduzidas até agora que estão funcionando como o esperado, Boullier confia que o desenvolvimento da equipe está indo na direção certa para o restante da temporada.

“Claramente temos que trabalhar nestas características, então espero que nas próximas corridas haja algumas correções”, disse o dirigente.

“Mas estamos felizes com a correlação [das simulações em comparação à pista real], então não perdemos aquele que era um dos pontos fortes da McLaren no ano passado.”

“Esse é um dos motivos pelos quais acredito que Fernando estava incentivando e feliz neste fim de semana, porque temos muitas coisas por vir.”

“Agora, vamos nos esforçar para garantir que possamos trazer isso o mais rápido possível.”

Apesar de a McLaren não ter tido problemas de confiabilidade, a equipe sofreu um atraso durante os treinos de sexta-feira em Melbourne.

O ocorrido foi originalmente descrito como problemas de escapamento, mas foi causado por alguns materiais que queimaram de forma inesperada.

“Não foi nada, na verdade”, disse Boullier, quando questionado sobre os problemas.

“Foi um novo duto de ar – mudamos o material, e esse material tinha um tecido inflamável.”

“Então, toda vez que o carro voltava à garagem, havia uma pequena chama, e não sabíamos de onde vinha – até que todo o papel foi queimado quando acabou.”

Próxima Fórmula 1 matéria
Haas: acusações de rivais “não são baseadas em fatos”

Previous article

Haas: acusações de rivais “não são baseadas em fatos”

Next article

Force India alerta F1 para “não virar uma Indy” em 2021

Force India alerta F1 para “não virar uma Indy” em 2021

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Equipes McLaren
Autor Edd Straw
Tipo de matéria Últimas notícias