McLaren se diz impressionada com performance da Honda

compartilhar
comentários
McLaren se diz impressionada com performance da Honda
Matt Beer
Por: Matt Beer
8 de mar de 2018 10:25

Diretor executivo da McLaren, Zak Brown admitiu que sua equipe tem ficado impressionada com a performance de sua antiga fornecedora de motores na F1, a Honda, nos testes de pré-temporada ao lado da Toro Rosso.

Zak Brown, Executive Director, McLaren Technology Group
Brendon Hartley, Scuderia Toro Rosso STR13
Brendon Hartley, Scuderia Toro Rosso STR13
Brendon Hartley, Scuderia Toro Rosso STR13
Brendon Hartley, Scuderia Toro Rosso STR13

A má confiabilidade da Honda causou dificuldades para a McLaren em suas temporadas de parceria, mas, no primeiro ano após o rompimento, o time inglês, agora cliente da Renault, está na lanterna da quilometragem acumulada entre as equipes.

Já Toro Rosso e Honda têm tido uma preparação relativamente tranquila para a nova temporada. Ao fim da quarta-feira, ela completou 497 voltas nos testes, contra 355 da McLaren-Renault.

“Acho que eles estão fazendo um bom trabalho”, disse Brown, quando questionado sobre suas impressões da pré-temporada da Honda.

“Estamos focados em nosso próprio programa. Sei, como já era esperado, que há muitas comparações nos testes entre nós e eles, mas Eric [Boullier] e toda a equipe está focada em nosso próprio programa, muito confiantes de que teremos uma temporada boa.”

Brown disse que sempre acreditou que o programa de F1 da Honda uma hora iria ter sucesso. “Sabemos que eles são uma ótima empresa e que era só questão de tempo até eles mostrarem certa melhora”, disse. “Eles estão tendo um bom teste, e isso é bom para eles.”

Piloto da Toro Rosso, Brendon Hartley enfatizou que o trabalho desenvolvido pela Honda até agora tem sido impecável.

“Eles trouxeram algumas novidades, estão trabalhando duro e, até agora, tivemos zero problema de confiabilidade. Tem sido uma jornada tranquila do ponto de vista da Honda”, disse. “Isso é realmente positivo.”

Ele insistiu que não teve expectativas negativas sobre a Honda. “Eu estava otimista antes de chegar aqui. Para minha sanidade, não faria sentido esperar que isso seria ruim antes mesmo de chegar.”

“Quando fomos à fábrica, há três ou quatro semanas, eu podia sentir que havia uma certa confiança contida dentro de todos. Eu tinha expectativas realmente altas, especialmente após as últimas reuniões em Faenza, quando todos estavam otimistas com os sinais dados pela Honda.”

“Na verdade, eu tinha expectativas altas antes de chegar, e eles, definitivamente, entregaram.”

Reportagem adicional de Jamie Klein e Edd Straw

Próxima Fórmula 1 matéria

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Equipes McLaren, Toro Rosso
Autor Matt Beer
Tipo de matéria Últimas notícias