McLaren se entusiasma com nova chance na F1 em 2018

Time se diz confiante de que poderá conquistar grandes resultados na próximo temporada e cita evolução de chassi

Depois de garantir o fornecimento de motores da Renault para o próximo ano, a McLaren foi impulsionada pelo passo à frente que o novo conceito de asa dianteira trouxe.

O desenvolvimento foi tão bom que Fernando Alonso considera que a equipe agora tem o "melhor" carro na classificação.

O diretor executivo, Zak Brown, disse que o passo à frente que a equipe fez nas últimas corridas é extremamente encorajador para o próximo ano e está aumentando os níveis de empolgação sobre o que pode ser alcançado em 2018.

"Quase tudo o que desenvolvemos ao longo do ano na fábrica corresponde ao carro, então temos uma alta taxa de sucesso", disse Brown ao Motorsport.com.

"Às vezes, pode funcionar na fábrica e não no carro, mas o chassi vem melhorando cada vez mais."

"Nosso GPS diz que estamos perto de Red Bull, talvez um pouco melhor em algumas pistas e um pouco pior em outros circuitos. Mas eles ganharam algumas corridas, então estamos cautelosamente otimistas para 2018. Nós quase demos algumas risadas nos preparando para o próximo ano. Estamos entusiasmados."

Ajustes no regulamento

Embora não haja mudanças dramáticas nos regulamentos da F1 para o próximo ano, alguns ajustes às regras, incluindo a chegada do Halo, a proibição de monkey seats e asas T, terão impacto no projeto aerodinâmico.

É por isso que o diretor, Eric Boullier, é um pouco cauteloso em ter confiança total em sua equipe lutando na frente em 2018.

"Você nunca pode ter fé nisso", disse ele. "Se fosse o mesmo regulamento 100%, então eu diria que sim."

"Mas, obviamente, haverá algumas mudanças no próximo ano: sem asa em T, sem monkey seats, há muita limpeza na parte de trás do carro, o que o torna um pouco mais difícil, além do Halo, o que obviamente é um desastre em termos de aerodinâmica. Então, há muito trabalho para fazer."

"Mas eu confio no time que temos e no que eles conseguiram nos últimos três anos. Não há motivo para que eles não consigam continuar fazendo isso, construindo e recuperando."

Quando perguntado se ele estava pelo menos confiante da McLaren se juntar à luta entre Mercedes, Ferrari e Red Bull, Boullier disse: "Sim. 100%."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Equipes McLaren
Tipo de artigo Últimas notícias