McLaren terá igualdade entre os pilotos, garante Whitmarsh

Dirigente reconhece vantagem de Button por já conhecer a equipe, mas elogia Pérez e o compara a Mika e Lewis

Whitmarsh e Pérez, ontem em Woking

Ano passado, Jenson Button sugeriu que gostaria de conseguir dentro de uma equipe, o mesmo tratamento que Fernando Alonso adquiriu na Ferrari. A declaração colocou dúvidas sobre a igualdade entre os pilotos da McLaren em 2013, já que Button dividirá o time com o inexperiente Sergio Pérez. Ontem, durante a apresentação do mexicano em Woking, o chefe da equipe, Martin Whitmarsh, tratou de negar uma possível desigualdade entre os pilotos.

“As pessoas gostam de ver uma disputa e esta é a mentalidade de nossa equipe. Os dois terão igualdade de tratamento. A concorrência sempre é boa”, respondeu Martin à Sky Sports News.

O dirigente, no entanto, reconhece que o piloto campeão mundial de 2009 deve levar alguma vantagem sobre Pérez nesta temporada. “Jenson certamente será generoso com seu tempo, suas opiniões, mas quando for pra pista, vai querer bater Sergio e Sergio vai querer bater Jenson. Mas o fato é que Jenson tem uma certa vantagem em já conhecer a equipe, fora a experiência de um campeão do mundo”, comparou.

Sobre a aquisição de Sergio Pérez, Whitmarsh mostrou otimismo. O dirigente comparou sua chegada a dois pilotos que fizeram história no time inglês: Mika Hakkinen e Lewis Hamilton. “Estou animado. Ele é muito jovem e talentoso. No passado, tivemos a sorte de trazer jovens pilotos, como Mika Hakkinen e Lewis Hamilton, e transformá-los em campeões do mundo. Não sei se isso irá acontecer, há uma forte pressão sobre Sergio, mas ele me impressionou muito até agora”, elogiou Whitmarsh.
 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Jenson Button , Sergio Perez
Tipo de artigo Últimas notícias