McLaren: Vandoorne precisa vencer Alonso com mais frequência

compartilhar
comentários
McLaren: Vandoorne precisa vencer Alonso com mais frequência
Por: Scott Mitchell
13 de ago de 2018 09:47

A McLaren quer que Stoffel Vandoorne derrote seu companheiro de equipe Fernando Alonso na Fórmula 1, já que a equipe pretende manter o belga em 2019

Daniel Ricciardo, Red Bull Racing and Fernando Alonso, McLaren MCL33 battle and sparks
Stoffel Vandoorne, McLaren MCL33
Stoffel Vandoorne, McLaren
Stoffel Vandoorne, McLaren MCL33
Stoffel Vandoorne, McLaren MCL33
Stoffel Vandoorne, McLaren MCL33, in the pits
The car of Race retiree Stoffel Vandoorne, McLaren MCL33 is recovered
Fernando Alonso, McLaren MCL33
Fernando Alonso, McLaren, on the grid

Stoffel Vandoorne marcou um ponto quando estreou na F1 com a McLaren como substituto de Fernando Alonso no GP do Bahrein de 2016, em seguida esteou como piloto em tempo integral em 2017 no lugar de Jenson Button.

No entanto, o campeão da GP2 e vice-campeão da Fórmula Renault 3.5 tem lutado para causar impacto na F1, e tem oito pontos em sua segunda temporada em comparação com os 44 de Alonso.

"Eu não diria que estamos decepcionados com Stoffel", disse o CEO da McLaren, Zak Brown. “Gostaríamos de vê-lo vencendo seu companheiro de equipe com mais frequência”.

“É o mesmo em qualquer situação. Você adoraria ver seus companheiros de equipe divididos no meio do caminho batendo um ao outro todo fim de semana.”

Leia também:

"Ele não tem sido capaz de fazer isso regularmente, mas eu não diria que estamos desapontados porque no ano passado sabemos que demos a ele uma situação muito difícil e este ano não lhe demos um carro muito bom para trabalhar”.

“Dado o talento e a experiência de Fernando, ele consegue se adaptar a situações que não são ótimas.”

"Todos nós acreditamos que a Stoffel fez um excelente trabalho, mas gostaríamos que ele batesse Fernando com mais frequência".

Vandoorne fazia um bom GP da Hungria antes das férias de verão da F1, mas um problema na caixa de câmbio o condenou ao abandono depois de ter lutado para chegar à zona de pontuação.

Um problema de correlação do túnel de vento colocou a McLaren em 2018 em problemas, uma vez que enfrenta uma deficiência aerodinâmica fundamental em seu MCL33.

Isso resultou em muita experimentação nos fins de semana de corrida, que o diretor esportivo da McLaren, Gil de Ferran, disse que não ajudou Vandoorne em relação a Alonso.

"Estamos tentando descobrir como progredir com o carro e como resolver alguns dos problemas de equilíbrio que temos tido", disse de Ferran.

“Como resultado disso, o carro não é um carro fácil, mas nós continuamos mudando as coisas em um ritmo muito rápido.”

“É muito difícil para ambos os pilotos lidarem e, certamente, para um piloto como Fernando, não apenas acho que essa é uma de suas melhores características, mas sua experiência o ajuda muito”.

Tanto Vandoorne quanto Alonso ainda terão seus futuros de F1 confirmados antes do final desta temporada.

Próxima Fórmula 1 matéria
Coulthard: "A Williams não sente mais a dor do fracasso"

Previous article

Coulthard: "A Williams não sente mais a dor do fracasso"

Next article

Renault admite que subestimou desenvolvimento dos motores

Renault admite que subestimou desenvolvimento dos motores
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Fernando Alonso Shop Now , Stoffel Vandoorne
Equipes McLaren Shop Now
Autor Scott Mitchell
Tipo de matéria Últimas notícias