Mecânicos levam susto e membro da Force India decide voltar para casa

Após explosão perto do carro que levava quatro funcionários à pista, Hulkenberg diz que F-1 "é entretenimento, não política"

Membros da Force India levaram susto em Manama

No primeiro incidente envolvendo diretamente o mundo da F-1 e os protestos que estão ocorrendo no Bahrein, um carro com quatro mecânicos da Force India esteve em meio a uma zona de conflito e um coquetel Molotov explodiu perto do veículo. Apesar de ninguém ter se ferido, um integrante da equipe decidiu voltar para casa alegando falta de segurança.

Nico Hulkenberg, piloto da equipe, afirmou que situações como esta não deveriam acontecer, pois a presença da F-1 não tem relação com a situação política do país árabe.

“Obviamente não está certo acontecer algo assim. Estamos aqui para correr. O negócio da F-1 é entretenimento, e esse tipo de coisa não deveria acontecer conosco. Se é certo ou errado, realmente não sei. É difícil dizer. Não sou político, sou um piloto de F-1, mas isso não deveria acontecer, não é?”

“Não é bom que tenhamos de nos preocupar, mas essa é a situação e vamos esperar que o resto do final de semana seja calmo.”

Os organizadores do GP divulgaram comunicado classificando o ocorrido como um “incidente isolado” e garantindo a segurança dos que estão trabalhando no circuito.

“Gostaríamos de reiterar nossa confiança na habilidade das autoridades relevantes do Bahrein em lidar com esses incidentes isolados e podemos confirmar que todas as precauções estão sendo tomadas ao redor da pista para assegurar que o nível de segurança seja mantido.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Bahrein
Pilotos Nico Hulkenberg
Tipo de artigo Últimas notícias