"Megafone" não fez diferença nenhuma no som, defende Rosberg

Alemão ficou encarregado de testar novidade que prometia aumentar o barulho dos motores turbo V6

Encarregado de testar a solução bizarra encontrada pela Mercedes para amplificar o som dos novos motores turbo V6, Nico Rosberg disse que não viu diferença alguma – e pediu para que a equipe encontre novas estratégias para aumentar o ruído do carro.

“Infelizmente, não mudou nada , então precisamos continuar forçando. Como equipe, queremos – em nome do esporte – tornar as coisas mais barulhentas, então precisamos experimentar soluções, porque essa não foi a correta.”

No teste realizado em Barcelona nesta semana, a Mercedes instalou um apêndice que vem sendo chamado de “trompete” ou “megafone” pela imprensa. O efeito da novidade, que não deve ser utilizada nas corridas, pode ser ouvido .

Em relação à performance do carro, o alemão também disse não ter sentido diferença. “Foi tudo igual”, atestou o vice-líder do campeonato.
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias