Meio do pelotão promete briga das boas na temporada 2012

Para Daniel Ricciardo, da Toro Rosso, apenas Red Bull e McLaren têm vantagem: o resto estaria no mesmo barco

Kobayashi acredita na evolução da Sauber

Às vésperas de iniciar sua primeira temporada como piloto titular, Daniel Ricciardo acredita que a Toro Rosso esteja bem posicionada dentro do meio do pelotão. O australiano, inclusive, acredita que há apenas duas equipes – Red Bull e McLaren – à frente das demais.

“Estou esperando que seja muito apertado. Isso nos dará mais oportunidades para ganhar posições. Os dois times grandes ainda têm uma vantagem, pelo que entendo. Mas acho que o meio do pelotão está muito mais próximo neste ano. Todo tipo de perfeccionismo será preciso para ganharmos posições.”

Ricciardo comemorou ainda o andamento do último dia de testes da pré-temporada, em que realizou sequências mais longas de voltas.

“Tivemos um grande dia. Fizemos 131 voltas, o que foi muito bom. Não é sempre que você tem como meta fazer um programa tão grande e consegue compri-lo. Fizemos alguns long runs à tarde, o que fez com que me adaptasse melhor e tivesse uma sensação melhor com os pneu. Estou aprendendo, mas estou aprendendo rápido, o que é bom.”

Acabando a pré-temporada com uma desanimadora quebra de motor, o japonês Kamui Kobayashi valorizou ao menos o que a Sauber conseguiu entender sobre o novo carro em Barcelona.

“Meu programa de testes hoje contava com a previsão de muitas pausas para mudanças no carro, mas claro que ele não previa uma quebra no motor. Essas coisas acontecem, mas mesmo assim estou feliz com o que alcançamos. Trabalhamos muito para aprender a variedade imensa de acertos aerodinâmicos que o novo carro nos permite.”

O japonês reconhece que ainda não se sente 100% satisfeito com o carro, mas acredita que a Sauber pode fazer uma boa temporada.

“Progredimos e ainda há espaço para melhoras. Pessoalmente, ainda não achei o acerto perfeito para mim, pelo menos não para Barcelona. Melbourne deve ser uma história diferente. Acho que em termos de performance estamos bem e nossa simulação de corrida foi muito boa. Me sinto confiante, bem e em forma.”

Preparando-se para sua terceira temporada na F-1 e estreando na Caterham, Vitalt Petrov se colocou à frente de Mercedes, McLaren e Red Bull com a simulação de classificação que fez hoje.

"Estou mais que feliz com hoje. A equipe fez um  trabalho fantástico o dia todo e melhoramos em todas as áreas cada vez que fomos  para a pista. Usei meu banco hoje, e estou começando a me sentir mais confortável com o carro. Com isso, os tempos estão descendo, o acerto está melhorando e tudo está funcionando bem. A última volta antes do almoço foi perto da perfeição para mim e sabemos que há mais por vir, o que é uma boa notícia."

O diretor técnico da equipe, Mike Gascoyne, admitiu que ainda há trabalho pela frente, mas acredita que a equipe, de fato, evoluiu em relação ao ano passado e pode brigar no meio do pelotão.

“Ainda temos trabalho para otimizar o sistema de frenagem, mas isso será cumprido com o acerto fino de seu carro. Podemos ficar contentes que em duas áreas conseguimos obter o esperado: performance e confiabilidade. Estamos começando a liberar a performance que sabemos que o carro pode oferecer. Demos um passo em relação ao ano passado então a meta na Austrália é manter essa forte confiabilidade.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Kamui Kobayashi , Vitaly Petrov , Daniel Ricciardo
Tipo de artigo Últimas notícias