Melbourne garante GP da Austrália até 2023

Premiê do estado de Victoria revelou extensão do contrato e permanência da prova em Melbourne até 2023

O GP da Austrália permanece em Melbourne pelo menos até 2023. Quem revelou a extensão do contrato entre os organizadores da prova e a categoria foi Daniel Andrews, premiê do estado australiano de Victoria. O político postou um vídeo no Facebook para tornar pública a renovação do vínculo.

Bem humorado, Andrews respondeu ao premiê de Nova Gales do Sul, Mike Baird, que prometera durante a campanha eleitoral 'roubar' a F1 de Melbourne caso fosse eleito e levá-la para Sydney. Baird foi eleito, mas não poderá cumprir a promessa tão cedo. 

"Desculpe-me, Mike (Baird), mas o GP da Austrália de F1 veio para ficar e permanecerá aqui, na magnífica cidade de Melbourne", disse.

"A boa notícia é que você e todo o povo de Nova Gales do Sul, da Austrália e do mundo são mais do que bem-vindos em Melbourne para acompanhar essa prova fantástica. Na verdade, eu mesmo lhe enviarei um ingresso", completou Andrews, mandando o recado a Baird.

Segundo o calendário provisório divulgado pela F1, o GP da Austrália abre a temporada 2016 da F1, no dia 3 de abril.

 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Austrália
Pista Melbourne Grand Prix Circuit
Tipo de artigo Últimas notícias