Mercedes acredita ter rebatido críticas por não usar ordens de equipe

"As pessoas ainda pensarem assim é quase uma inversão de como deve ser", explica diretor técnico do time

Vencendo nove das primeiras 11 corridas do ano sem usar ordens de equipe, a Mercedes crê ter mostrado ao mundo que é possível ser um time de bom nível na Fórmula 1 deixando os pilotos lutarem sozinhos. Para o diretor técnico da equipe, Paddy Lowe, o desempenho rebate as críticas feitas no paddock após o GP do Bahrein.

"As pessoas no início desta temporada ficaram surpreendidas porque não estávamos usando quaisquer ordens de equipe, e houve um pouco de crítica contra nós como se fôssemos idiotas por não impor isso aos pilotos", Lowe falou ao site da Autosport.

"No Bahrain, foi quase como um 'você vai ter que parar com isso agora, olha o que eles estão fazendo'."

"As pessoas ainda pensarem assim é quase uma inversão de como você deve ser. Isso foi provavelmente gerado por pela era Michael Schumacher na Ferrari, na década de 2000, quando Schumacher tinha indiscutível status número um na equipe.”

"Antes dessa era, ninguém nunca pensava nisso. É claro que você vai correr, isso é o que você faz na Fórmula 1. É uma coisa natural a fazer."
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias