Mercedes ainda teme queda de performance de Cingapura

Mesmo com vitória no Japão no último domingo, time alemão ainda mantém cautela com performances futuras

Uma semana após uma performance ruim no circuito de Marina Bay em Cingapura, a Mercedes voltou às vitórias na Fórmula 1. A dobradinha deu alívio à equipe, que viveu uma semana de estudo em cima do que havia acontecido na corrida anterior.

Diretor não-executivo da Mercedes, Niki Lauda disse: "Lewis fez um trabalho fantástico. Graças a Deus que acabou o drama de Cingapura e nós estamos de volta. Isso é tudo que posso dizer.”

"Mas a minha preocupação é que a próxima corrida é em Sochi, que é um tipo de asfalto como o de Cingapura. Portanto, não será fácil.”

"Temos que trabalhar duro e nos manter competitivos. Estamos parecendo bem de novo. Mas precisamos vencer"

Grupo de trabalho

A Mercedes ainda não teve o tempo de concluir uma investigação completa sobre o que deu errado em Cingapura, mas criou um grupo de trabalho em sua base de Brackley para estudar.

Chefe da Mercedes, Toto Wolff disse que obter conclusões adequadas será essencial pois há a preocupação de que isso possa voltar a acontecer no futuro.

"Fizemos um grupo para investigar o que houve em Cingapura e, como esperado, não há uma resposta única, mas muitos fatores que contribuíram para o carro não ser competitivo o suficiente", disse ele.

"De alguma forma temos uma explicação para nós mesmos do que precisamos fazer para que nos certifiquemos de que com pneus macios e em pistas de alto downforce isso não ocorra mais.”

"Mas, como em qualquer carro, há pistas onde você está muito bem e pistas onde você não está tão bem. Em Cingapura no ano passado nossa classificação foi provavelmente a nossa pista mais fraca.”

"Nós deveríamos ter prestado atenção nisso naquela época. Agora vamos ter certeza de que daqui para frente vamos colocar mais ênfase nas pistas de alta pressão aerodinâmica."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Equipes Mercedes
Tipo de artigo Últimas notícias
Tags lauda, wolff