Mercedes ainda vê confiabilidade como problema para 2018

Com testes limitados, chefe da equipe diz que não conseguiu levar elementos da unidade de potência até o limite

Chefe da equipe Mercedes na Fórmula 1, Toto Wolff diz que está preocupado com as limitações de uso da unidade de potência nesta temporada. Neste ano, os pilotos só poderão utilizar três motores – um a menos que no ano passado. Mas outras partes da unidade, como o MGU-K e o controle eletrônico, só poderão ter duas peças diferentes instaladas por temporada.

"A redução no número de componentes da unidade de potência significa que a confiabilidade novamente desempenhará um papel importante em 2018", disse Wolff.

"Nossa confiabilidade nos testes pareceu boa, mas precisamos ter cuidado de tirar conclusões disso. Apesar de ter uma boa quilometragem com o carro novo em Barcelona, muitos de seus componentes nem se aproximaram da vida útil que precisam completar durante uma temporada."

Wolff acrescentou que espera ver uma luta a três vias entre Mercedes, Ferrari e Red Bull em 2018.

"No ano passado, a competição foi muito próxima e não houve nenhum momento em que pudemos relaxar", disse ele.

"A Ferrari lutou de maneira muito dura e nós tivemos uma grande batalha em prata e vermelho. Este ano promete trazer uma emocionante luta, desta vez a três. Acho que estará entre nós, a Ferrari e a Red Bull."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias