Mercedes coloca Ferrari como favorita no Bahrein

compartilhar
comentários
Mercedes coloca Ferrari como favorita no Bahrein
Adam Cooper
Por: Adam Cooper
Traduzido por: Daniel Betting
7 de abr de 2018 20:56

Chefe da Mercedes, Toto Wolff, disse que mesmo com temperaturas mais baixas a partir da segunda metade da corrida, equipe terá problemas

Toto Wolff, Mercedes AMG F1 Director of Motorsport
Lewis Hamilton, Mercedes-AMG F1 W09 EQ Power+
Valtteri Bottas, Mercedes AMG F1 W09
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W09
Valtteri Bottas, Mercedes AMG F1 W09

A Mercedes foi superada pela Ferrari no classificatório para o GP do Bahrein, com Valtteri Bottas em terceiro e Lewis Hamilton em quarto, antes de ter aplicada sua penalidade de cinco posições no grid.

O chefe da Mercedes, Toto Wolff, diz que a pista do Bahrein, agora reconhecida pela Pirelli como a mais dura da temporada, não jogou com os pontos fortes da Mercedes.

"Eu sempre disse desde o começo que seria uma temporada muito mais difícil, particularmente contra a Ferrari e a Red Bull", disse Wolff.

"Você pode ver que em uma pista como o Bahrein com uma superfície muito abrasiva e muito calor, nós lutamos".

Perguntado se o carro era uma diva - em outras palavras, difícil de otimizar quanto o modelo de 2017 - ele disse: "Não, é diferente”.

"Ela não é uma diva. Acho que os pilotos sentem que o carro está muito justo. Mas faltou o ritmo hoje aqui".

No entanto, ele concordou que o W09 parece compartilhar algumas características com os carros anteriores.

"Nos últimos anos, sempre parecemos lutar em circuitos específicos. O Bahrein foi um em que tivemos sucesso em termos de resultados no passado, mas também às vezes não era trivial encontrar a configuração certa”.

"E é interessante que os regulamentos mudem, o carro é completamente diferente, os pneus mudam, mas está um pouco dentro do DNA de cada carro ter pontos fortes e fracos, e parece que esses pontos fortes e fracos permanecem, mesmo que tudo mude".

Wolff disse que a equipe continua com mente aberta sobre a estratégia para a corrida de domingo, apesar de Hamilton ter a oportunidade óbvia de fazer uma parada com pneus macios e médios, depois de ter usado o Q2 para determinar o pneu com o qual largaria.

"Amanhã há duas escolhas, há uma parada única ou duas paradas. Acho que, até onde podemos julgar pelos dados do longo prazo, não é claro.

"Eu acho que a maioria das equipes provavelmente vai ver como a corrida começa e o que acontece com o supermacio, e obviamente nós temos uma vantagem com o macio com o qual podemos eventualmente andar um pouco mais. Mas não está claro".

Ele também minimizou as perspectivas de temperaturas mais baixas na segunda metade da corrida, o que ajudaria a Mercedes em seus problemas com pneus.

"Corrida é corrida e tudo pode mudar como sabemos, e isso torna o esporte emocionante. Em ritmo puro amanhã eu diria que os dois Ferraris são claramente os favoritos”.

Próxima Fórmula 1 matéria

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP do Bahrein
Localização Bahrain International Circuit
Equipes Mercedes
Autor Adam Cooper
Tipo de matéria Últimas notícias