Mercedes comemora, Ferrari lamenta: frases do fim de semana

Final de semana em Silverstone viu time alemão celebrar dobradinha, enquanto os ferraristas sofreram com os pneus; confira as declarações em mais uma Sala de Imprensa

“Não foi tão fácil assim! Nunca é! Não consigo descrever a sensação. É fantástico estar aqui. Estou orgulhoso de ver as bandeiras em toda parte. O suporte neste fim de semana foi imenso e estou orgulhoso por conseguir fazer isso por vocês."

“Não foi tão fácil assim! Nunca é! Não consigo descrever a sensação. É fantástico estar aqui. Estou orgulhoso de ver as bandeiras em toda parte. O suporte neste fim de semana foi imenso e estou orgulhoso por conseguir fazer isso por vocês."
1/10

Lewis Hamilton largou na pole e dominou o GP da Grã-Bretanha. Ao final, o piloto da casa agradeceu pelo apoio recebido dos fãs ao correr em casa.

“Não foi fácil, saindo de nono e tendo que passar por muitos carros. Foi uma estratégia perfeita, apenas andei o máximo que podia e no final tivemos um pouco de sorte com o furo de pneu de Kimi.”

“Não foi fácil, saindo de nono e tendo que passar por muitos carros. Foi uma estratégia perfeita, apenas andei o máximo que podia e no final tivemos um pouco de sorte com o furo de pneu de Kimi.”
2/10

Mesmo largando em nono, Valtteri Bottas conseguiu terminar em segundo, completando a dobradinha da Mercedes, e elogiou a estratégia montada pelo time alemão.

“A Mercedes estava um pouco mais rápida hoje. Tivemos dificuldade para passar por alguns carros, mas infelizmente tivemos uma situação com a falta de sorte. Por algum motivo o meu pneu dianteiro esquerdo teve problemas.”

“A Mercedes estava um pouco mais rápida hoje. Tivemos dificuldade para passar por alguns carros, mas infelizmente tivemos uma situação com a falta de sorte. Por algum motivo o meu pneu dianteiro esquerdo teve problemas.”
3/10

Kimi Räikkönen reconheceu a superioridade das Mercedes e lamentou o azar com o pneu dianteiro, que apresentou problemas.

"Kimi teve problemas semelhantes, e seus pneus eram cinco ou seis voltas mais novos. Então acho que isso nos surpreendeu. As pequenas coisas aqui e ali levaram a uma tarde difícil."

"Kimi teve problemas semelhantes, e seus pneus eram cinco ou seis voltas mais novos. Então acho que isso nos surpreendeu. As pequenas coisas aqui e ali levaram a uma tarde difícil."
4/10

Sebastian Vettel teve mais prejuízo do que o companheiro de equipe com o pneu dianteiro esquerdo e, além de ver Hamilton vencer, terminou em sétimo.

"Eu gostaria de sentir isso, mas no momento em que você diz isso, você vai para a próxima corrida e sente como se estivesse tomando uma bofetada."

"Eu gostaria de sentir isso, mas no momento em que você diz isso, você vai para a próxima corrida e sente como se estivesse tomando uma bofetada."
5/10

Questionado se a Mercedes havia conseguido superar a Ferrari e era a equipe mais forte do momento, Toto Wolff, chefe do time germânico, preferiu optar pela cautela.

"Não posso pedir muito mais. Acho que, no final, quinto era o máximo."

"Não posso pedir muito mais. Acho que, no final, quinto era o máximo."
6/10

Largando da 19ª posição, Daniel Ricciardo se mostrou satisfeito com o quinto lugar em Silverstone.

“Ainda não estou feliz com a qualificação. Quando você larga fora de posição, as coisas são muito mais difíceis do que deveriam ser, talvez nós pudéssemos ter lutado por mais pontos.”

“Ainda não estou feliz com a qualificação. Quando você larga fora de posição, as coisas são muito mais difíceis do que deveriam ser, talvez nós pudéssemos ter lutado por mais pontos.”
7/10

Apesar de ter pontuado mais uma vez, terminando em décimo, Felipe Massa não se mostrou satisfeito com o desempenho na classificação.

“Ficou muito claro nas câmeras o que aconteceu. Estávamos disputando posição, dando espaço um ao outro, quando um carro perde controle e acerta o outro.”

“Ficou muito claro nas câmeras o que aconteceu. Estávamos disputando posição, dando espaço um ao outro, quando um carro perde controle e acerta o outro.”
8/10

A dupla da Toro Rosso se envolveu em um incidente e Carlos Sainz Jr., que teve de abandonar, culpou Daniil Kvyat pelo ocorrido.

“O frustrante é que eu o ultrapassei na curva 11, e, obviamente, peguei a linha suja e meu carro saiu de frente. O carro vem com uma velocidade imensa e você, como está saindo de frente e seu companheiro de equipe não te vê, você bate.”

“O frustrante é que eu o ultrapassei na curva 11, e, obviamente, peguei a linha suja e meu carro saiu de frente. O carro vem com uma velocidade imensa e você, como está saindo de frente e seu companheiro de equipe não te vê, você bate.”
9/10

O russo, entretanto, apresentou uma visão diferente do acontecimento.

"Você sabe qual é o pior? Ele vir ao rádio tentando culpar o companheiro de equipe, pensando que ninguém viu. Isso mostra uma atitude ruim. Ele merece ficar em casa. Ficou embaraçoso."

"Você sabe qual é o pior? Ele vir ao rádio tentando culpar o companheiro de equipe, pensando que ninguém viu. Isso mostra uma atitude ruim. Ele merece ficar em casa. Ficou embaraçoso."
10/10

Jacques Villeneuve não economizou nas palavras para criticar Kvyat, a quem considerou culpado.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias