Mercedes de 2016 é aprovada nos testes de impacto

Atual bicampeã do Mundial de Construtores passou nos rígidos testes de impacto impostos pela Federação Internacional de Automobilismo para a temporada 2016 da Fórmula 1

Em busca do terceiro título consecutivo do Mundial de Pilotos e de Construtores na Fórmula 1, a Mercedes submeteu o carro para a temporada 2016 aos testes de impacto e foi aprovada.

Para este ano, a FIA (Federação internacional de Automobilismo) aumentou o rigor nos testes, especialmente na região de proteção da cabeça dos pilotos. 

O diretor executivo da Mercedes, Paddy Lowe, destacou recentemente o trabalho extra que a mudança nos testes gerou para a equipe, já que as cargas aplicadas na região da proteção da cabeça aumentaram significativamente.

"O chassi precisa suportar uma carga de cinco toneladas. A intenção é aumentar o nível de proteção dos pilotos contra detritos - até mesmo um carro - que vá na direção do cockpit.", disse Lowe.

“Os projetistas tiveram um trabalho extra para desenhar o chassi devido às novas exigências", completou.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Equipes Mercedes
Tipo de artigo Últimas notícias