Mercedes diz que demorou para entender estratégia de Vettel

compartilhar
comentários
Mercedes diz que demorou para entender estratégia de Vettel
Jonathan Noble
Por: Jonathan Noble
10 de abr de 2018 19:17

Equipe admitiu que perdeu a chance de derrotar Sebastian Vettel no GP do Bahrein, pois demorou para perceber que o piloto da Ferrari tentaria estratégia de uma parada

Sebastian Vettel, Ferrari SF71H, leads Valtteri Bottas, Mercedes AMG F1 W09
Valtteri Bottas, Mercedes AMG F1, 2nd position, congratulates Sebastian Vettel, Ferrari, 1st positio
Valtteri Bottas, Mercedes AMG F1, 2nd position, and Sebastian Vettel, Ferrari, 1st position, celebra
Sebastian Vettel, Ferrari
Valtteri Bottas, Mercedes AMG F1
Valtteri Bottas, Mercedes AMG F1
Valtteri Bottas, Mercedes AMG F1 W09, on the grid
Sebastian Vettel, Ferrari SF71H
Race winner Sebastian Vettel, Ferrari SF71H crosses the line and takes the chequered flag
Sebastian Vettel, Ferrari, 1st position, celebrates with his trophy

A Mercedes passou boa parte do GP do Bahrein convencida de que Valtteri Bottas estava bem colocado para vencer, porque parecia que o líder, Sebastian Vettel, precisaria fazer uma segunda parada nos boxes.

Mas no final, Vettel conseguiu manter seus pneus vivos apenas o tempo suficiente para não precisar mudá-los e, quando Mercedes acordou com o fato de que precisava diminuir a diferença, já era tarde demais.

Falando em um vídeo produzido pela Mercedes, o diretor técnico da equipe, James Allison, disse que se a equipe tivesse percebido mais cedo o que Vettel estava planejando, teria dito a Bottas para aumentar seu ritmo.

"Nós provavelmente fomos um pouco lentos demais para reconhecer que Sebastian iria levar os pneus macios até a bandeira quadriculada", disse Allison.

“Se tivéssemos sido um pouco mais rápidos para reagir a isso, provavelmente teríamos mantido mais pressão sobre ele nas voltas 35 a 45, e poderíamos ter tido um resultado melhor.”

"Nós esperávamos que ele parasse de novo, mas ele fez muito bem em cuidar dos pneus até a bandeirada."

Ele acrescentou: “Valtteri conseguiu encostar em Vettel, com três voltas para o fim, mas não fomos bons o suficiente para passar por ele.”

"Provavelmente, se a corrida tivesse mais uma ou duas voltas, teria sido um resultado diferente, mas deixamos nossa responsabilidade um pouco tarde demais e não conseguimos vencer."

Os comentários de Allison vêm depois que o chefe da Mercedes, Toto Wolff, disse que sua equipe acreditava que estava bem preparada para a vitória, quando Bottas saiu dos boxes com pneus mais duradouros do que Vettel.

“Achei que já tínhamos vencido a corrida, depois de sair com pneus médios atrás de Sebastian, sabendo que eles teriam que parar mais uma vez ou ficariam sem pneus”, disse ele.

“Este foi o momento em que eu diria que tínhamos 90% de probabilidade de ganhar. E nós perdemos.”

Allison também negou que o fato de não permitir que Bottas aumentasse o ritmo foi que o desgaste do pneu na Mercedes é uma preocupação.

"O desgaste dos pneus do nosso carro este ano tem sido muito bom e, em geral, melhor do que o do grid", explicou ele.

“Se especificamente poderíamos ter feito com que os pneus macios durassem o número de voltas que Sebastian fez, só saberíamos tentando. Meu palpite é que faríamos porque nosso carro está cuidando muito bem de seus pneus nas corridas deste ano. ”

Confira os dez destaques do GP do Bahrein

 

Próxima Fórmula 1 matéria
Talentoso e polêmico: as rivalidades de Verstappen na F1

Previous article

Talentoso e polêmico: as rivalidades de Verstappen na F1

Next article

Toro Rosso explica salto após GP da Austrália "horrível"

Toro Rosso explica salto após GP da Austrália "horrível"