Mercedes não espera repetir passeio de 2012 na China

Equipe vinha com rendimento bem inferior ao deste ano quando venceu de ponta a ponta com Nico Rosberg em Xangai

A Mercedes surpreendeu ano passado ao dominar com facilidade o GP da China, vencendo de ponta a ponta com Nico Rosberg, após ter resultados mais modestos nas primeiras etapas. Agora que a equipe vem lutando pelas primeiras posições, é de se esperar que a história se repita?

O diretor administrativo do time, Toto Wolff, insiste que não. “Como dizem, o sucesso de ontem não garantem a vitória hoje, e isso é definitivamente verdadeiro para nós. Vamos começar do zero neste ano e precisamos trabalhar duro para adaptar o carro ao circuito e aos compostos disponíveis. Só então veremos onde estamos em relação aos demais.”

Mas o time alemão tem motivos para ficar otimista: antes do GP da China do ano passado, havia marcado apenas um ponto. Em 2013, tem 37, incluindo o pódio de Lewis Hamilton na Malásia. “Tivemos um início sólido. O desenvolvimento do carro será crítico nesta temporada, então temos novas peças preparadas para Xangai”, destacou Wolff.

O próprio Hamilton também faz questão de abaixar as expectativas em relação à corrida, que será realizada dia 14 de abril. “Acho que a Mercedes esteve em uma situação única ano passado e acertou tudo. Os pneus são diferentes, então acho que não será o mesmo neste ano.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da China
Pilotos Lewis Hamilton
Tipo de artigo Últimas notícias