Mercedes: Não há mais padrão de desempenho nas pistas

compartilhar
comentários
Mercedes: Não há mais padrão de desempenho nas pistas
Scott Mitchell
Por: Scott Mitchell
Co-autor: Adam Cooper
13 de jun de 2018 19:32

Toto Wolff acredita que incapacidade de vencer GP do Canadá mostra que não há mais um claro padrão de desempenho entre as principais equipes de Fórmula 1

Valtteri Bottas, Mercedes AMG F1 W09
Valtteri Bottas, Mercedes AMG F1 W09
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W09
Lewis Hamilton, Mercedes-AMG F1 W09 pit stop
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W09
Lewis Hamilton, Mercedes-AMG F1 W09
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W09, leads Stoffel Vandoorne, McLaren MCL33
Toto Wolff, Executive Director (Business), Mercedes AMG
Valtteri Bottas, Mercedes-AMG F1 W09

Lewis Hamilton e Mercedes venceram as três corridas anteriores a Montreal e pareciam as favoritas pela quarta vitória consecutiva no último final de semana.

No entanto, o inglês teve dificuldades com ritmo e acabou em quinto, com o companheiro de equipe, Valtteri Bottas foi o segundo colocado, atrás apenas do vencedor Sebastian Vettel.

O chefe da Mercedes, Toto Wolff, disse: "Nós viemos a Montreal esperando que nosso carro fosse realmente forte e estamos saindo vendo que não estávamos onde pensávamos que deveríamos estar.”

"É por isso que não há o padrão histórico de carros sendo fortes em certos circuitos e depois fraco em outros.”

"Eu ainda acho que não somos muito bons em Mônaco ou Cingapura, isso pode ser um pouco estranho, mas você precisa esperar que as pessoas estejam fortes em todos os lugares."

Wolff disse que a perda desse tipo de tendência é "a nova realidade" de uma luta acirrada com a Ferrari e a Red Bull.

"De alguma forma, este ano, as diferenças se tornaram muito apertadas, cinco carros separados por apenas um décimo", disse Wolff.

"É por isso que o campeonato deste ano será decidido por aqueles que cometem menos erros e trazem o melhor desenvolvimento para o motor em cada fim de semana e essa é a nova realidade.”

"É uma luta a três, seis carros podem ganhar corridas. Você não pode dar nada como garantido.”

"Você não pode vir a Montreal e pensar que vai ser uma caminhada no parque, porque esse é o tipo de alerta que você recebe."

Wolff apontou que a Mercedes deveria ter vencido na Austrália, onde foi mais competitiva do que era em 2017, e dominou na Espanha depois de ser superada pela Ferrari na última temporada.

Ele disse que estes foram mais exemplos da falta de padrão, acrescentando que "torna o campeonato emocionante, porque você não sabe o que esperar".

"Você tem que vir para o fim de semana e todo o seu trabalho de preparação tem que estar no local", disse Wolff.

"Não há tempo a perder em termos de preparação na sexta-feira porque isso vai ser cobrado lá na frente."

Próxima Fórmula 1 matéria

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Equipes Mercedes
Autor Scott Mitchell
Tipo de matéria Últimas notícias