Mercedes não considera pilotos de times rivais para 2019

Diretor da equipe se diz feliz com suas “três esposas” no momento e fala que não quer procurar nomes no mercado

Com a dança das cadeiras em alta na Fórmula 1, uma das vagas mais cobiçadas do mercado é na equipe Mercedes, que já tem Lewis Hamilton garantido para o ano que vem, mas tem Valtteri Bottas em seu último ano de contrato.

No entanto, mesmo se substituir o finlandês, o chefe da equipe, Toto Wolff, diz que não irá escolher um piloto de um time rival.

"Não estamos olhando para os pilotos fora da Mercedes no momento, porque, primeiro de tudo, precisamos dar nosso apoio aos nossos dois caras, essa é a prioridade", disse Wolff.

“É como se você está feliz com sua esposa, você não olha para outro lugar. Estamos bem com nossas duas esposas - ou três (incluindo Ocon) - e não estamos olhando para isso.”

"Dê-nos mais algumas corridas, vamos começar a temporada europeia corretamente, ir para o Canadá e depois, em julho, e eu terei uma visão melhor."

"É um bom problema para ter. Estamos muito satisfeitos com a forma de Valtteri, e sobre Lewis nós não precisamos falar – ele é o melhor dos pilotos atuais na minha opinião. Agora você tem essas crianças crescendo, como Ocon e George (Russell), e estou otimista sobre eles na Mercedes no futuro.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias