Mercedes: Não podemos comemorar até entendermos nosso carro

compartilhar
comentários
Mercedes: Não podemos comemorar até entendermos nosso carro
Jonathan Noble
Por: Jonathan Noble
9 de out de 2017 09:59

Chefe da Mercedes, Toto Wolff, diz que sua equipe ainda não tem motivos para comemorar, porque precisa chegar ao fundo de carro problemático

Toto Wolff, Executive Director Mercedes AMG F1
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W08, Sebastian Vettel, Ferrari SF70H, Max Verstappen, Red Bull Racing RB13, Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB13, Esteban Ocon, Sahara Force India F1 VJM10, the rest of the field at the start
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W08
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W08, Valtteri Bottas, Mercedes AMG F1 W08, Max Verstappen, Red Bull Racing RB13
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W08, Max Verstappen, Red Bull Racing RB13
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W08, Max Verstappen, Red Bull Racing RB13
Race winner Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1

Embora Lewis Hamilton tenha aberto uma vantagem de 59 pontos na classificação do mundial de pilotos, após o abandono de Sebastian Vettel no Japão, a Mercedes insiste em que não há motivos para relaxar.

Na verdade, o chefe da equipe, Toto Wolff, acha que o time agora precisa usar as últimas corridas para trabalhar ainda mais para entender os motivos que fazem o ritmo do carro mudar tanto de um circuito para outro.

"Não haverá mudanças na abordagem. Você só precisa continuar pensando em uma corrida de cada vez ", disse Wolff, quando perguntado pelo Motorsport.com sobre se a situação do campeonato alteraria a atitude da Mercedes.

"Ainda temos uma" diva "que precisa ser entendida. Eu não diria que somos totalmente dominantes contra a Red Bull ou a Ferrari. Nós nos beneficiamos com os problemas da Ferrari de confiabilidade nas últimas três corridas, mas isso não significa que estamos aplaudindo pelas costas. Pelo contrário, acho que precisamos continuar trabalhando forte."

Wolff admite que a manutenção de uma boa margem sobre a Ferrari com apenas quatro corridas para o fim é um enorme impulso, mas diz que a forma de como a escuderia entrou em colapso significa que a Mercedes precisa estar atenta, para que o mesmo não aconteça com eles.

"Se todos correm normalmente, é uma grande vantagem", disse ele. "Mas você pode ver a rapidez de como as coisas aconteceram com Sebastian."

"Ele teve problemas em Cingapura, perdeu 25 pontos, não foi competitivo na Malásia, não marcou muitos pontos e teve outro problema aqui."

"Você pode ver que isso mudou rapidamente. Portanto, você precisa ter uma atitude humilde em relação às corridas. É o que a torna emocionante."

"Há sempre um certo grau de coisas inesperadas que podem acontecer e não vamos tirar o pé do acelerador até o fim."

Próxima Fórmula 1 matéria
Mercedes descarta preocupação com motor de Hamilton

Previous article

Mercedes descarta preocupação com motor de Hamilton

Next article

Raikkonen: problemas de motor da Ferrari são "estranhos"

Raikkonen: problemas de motor da Ferrari são "estranhos"
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP do Japão
Localização Suzuka
Pilotos Lewis Hamilton Shop Now , Valtteri Bottas Shop Now
Equipes Mercedes Shop Now
Autor Jonathan Noble
Tipo de matéria Últimas notícias