Mercedes não renova contrato com Pascal Wehrlein

compartilhar
comentários
Mercedes não renova contrato com Pascal Wehrlein
Valentin Khorounzhiy
Por: Valentin Khorounzhiy
14 de set de 2018 17:16

Alemão, ex-piloto da Fórmula 1 deixará programa no final do ano

Pascal Wehrlein ganhou o título de 2015 do DTM pela Mercedes e foi trazido para a F1 com o apoio da fabricante, competindo temporadas pela Manor e a Sauber, respectivamente.

Ele ficou de fora do grid de 2018 da F1 e retornou ao DTM com a Mercedes, mas com o fabricante saindo do campeonato no final do ano, os alemães ficaram sem opções para oferecer a Wehrlein.

"Nosso programa júnior sempre teve o objetivo de apoiar jovens talentos e encontrar oportunidades que sejam do interesse da carreira dos pilotos", disse o chefe de automobilismo da Mercedes, Toto Wolff.

“Nem sempre é um caminho direto ao topo, e às vezes temos que reconhecer que é o momento certo para terminar um relacionamento também. Infelizmente, não pudemos oferecer a Pascal uma vantagem competitiva para o próximo ano.”

"Em seu melhor interesse, decidimos, em conjunto com Pascal, não ampliar nosso acordo e dar a ele a melhor chance de assegurar uma oportunidade em outro lugar que seu talento mereça."

Wehrlein é atualmente oitavo na classificação do DTM, tendo marcado um único pódio em Lausitz, em sua temporada de retorno até agora, faltando quatro corridas para o fim.

O alemão, que também se tornou reserva da Mercedes F1 neste ano, não fechou a porta para voltar F1 no futuro.

No entanto, um retorno de F1 para Wehrlein há muito tempo parece irreal, com a Mercedes também tendo o piloto da Force India, Esteban Ocon, e George Russell, líder da F2, em seus livros e lutando para encontrar oportunidades para ambos em 2019.

"Meu contrato com a Mercedes expira no final da temporada de 2018 e decidimos em conjunto não continuar", disse Wehrlein.

“Estou procurando novos desafios e oportunidades, e atualmente estou conversando com outras equipes sobre um cockpit para a próxima temporada.”

“Obrigado a todos em Stuttgart, Affalterbach e Brackley, que me apoiaram ao longo do caminho. E agora é hora de dar o próximo passo.”

Next article
Red Bull: retorno de Buemi à F1 é muito improvável

Previous article

Red Bull: retorno de Buemi à F1 é muito improvável

Next article

Ferrari: Porta estará "sempre aberta" para Mick Schumacher

Ferrari: Porta estará "sempre aberta" para Mick Schumacher
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria DTM , Fórmula 1
Pilotos Pascal Wehrlein
Equipes Mercedes Shop Now
Autor Valentin Khorounzhiy
Tipo de matéria Últimas notícias