Mercedes: ordens também seriam dadas com Bottas na ponta

compartilhar
comentários
Mercedes: ordens também seriam dadas com Bottas na ponta
Adam Cooper
Por: Adam Cooper
23 de jul de 2018 10:10

Chefe da Mercedes na F1, Toto Wolff afirmou que teria feito o pedido para seus pilotos manterem a posição na fase final do GP da Alemanha independentemente de quem estivesse na frente.

Race winner Lewis Hamilton, Mercedes-AMG F1 W09 and Valtteri Bottas, Mercedes-AMG F1 W09 celebrate at the end of the race
Race winner Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1, and Valtteri Bottas, Mercedes AMG F1, celebrate in Parc Ferme
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W09, leads Valtteri Bottas, Mercedes AMG F1 W09, and Kimi Raikkonen, Ferrari SF71H
Toto Wolff, Mercedes AMG F1 Director of Motorsport and Andy Cowell, Managing Director, Mercedes AMG High Performance Powertrains
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W09, and Valtteri Bottas, Mercedes AMG F1 W09, wave in celebration of victory
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W09, leads Valtteri Bottas, Mercedes AMG F1 W09 and Kimi Raikkonen, Ferrari SF71H
Valtteri Bottas, Mercedes AMG F1 W09
Valtteri Bottas, Mercedes AMG F1 W09, leads Kimi Raikkonen, Ferrari SF71H
Toto Wolff, Mercedes AMG F1 Director of Motorsport

Depois da largada do período do safety car, Valtteri Bottas inicialmente pressionou o líder, Lewis Hamilton, até que a equipe entrasse no rádio e dissesse ao finlandês para conter os ataques até a bandeirada.

Questionado se a decisão era um sinal de que a equipe agora possui um claro número um e um número dois, Wolff garante que não é o caso.

“Não, absolutamente não”, respondeu. “Se as posições estivessem invertidas, com Valtteri na liderança e Lewis em segundo, teríamos tomado a mesma decisão. Uma decisão idêntica.”

“Foi uma questão de trazer o carro para casa, independentemente de quem estivesse à frente.”

“Quando eles começaram a ir para cima um do outro na relargada, ainda estava chovendo em alguns lugares, ou ainda estava úmido.”

“E tivemos muito azar nas últimas corridas que o cenário de perder um carro ou dois era algo que eu nem queria imaginar.”

Questionado se teria de conversar sobre a situação com Bottas, ele disse: “Tivemos algum contato visual no pódio e acho que as coisas estão bem claras entre nós.”

“Mas o que eu disse a Valtteri é algo que eu também diria à equipe. Eu teria feito a mesma coisa se fosse o contrário.”

“Acho que essa é a transparência que temos na equipe, que não iríamos diferenciar. Foi importante marcar um pódio duplo, primeiro e segundo, para poder recuperar alguns dos pontos que perdemos por azar.”

Wolff insiste que não haverá ordens de equipe até momentos críticos da luta pelo título.

“Correr é o mais importante. Sempre dissemos que, se o campeonato chegar ao seu terço ou quarto final e houver uma grande diferença entre os pilotos, aí sim nós tomaríamos as decisões impopulares.”

“Mas é muito cedo para fazer isso. Hoje tomamos a decisão para trazer uma dobradinha para casa, e, como eu disse, teríamos feito o mesmo se as posições fossem invertidas.”

Quanto à decisão da Ferrari em trocar a posição entre Kimi Raikkonen e Sebastian Vettel, ele disse: “Também é uma decisão difícil, porque, por um lado, você quer otimizar o resultado e é isso o que você precisa fazer. Mas, por outro, você também precisa dar a ambos os pilotos a chance de vencer a corrida.”

“Kimi teve azar em algumas corridas no começo da temporada, quando a estratégia foi contra ele, e acho que a Ferrari teve dificuldades para tomar a decisão certa lá. É compreensível.”

Wolff também simpatizou com Vettel após o alemão abandonar a prova da liderança.

“Foi um erro, mas a sensação que tive é que, assim como gostamos de vencer e lutamos duro na pista por sermos rivais, consigo imaginar qual é a sensação disso, e não é legal.”

“E você precisa encontrar o equilíbrio correto entre atacar e manter a liderança com caras vindos de trás, e a mesma coisa mantendo o carro seguro na pista.”

“Isso nem sempre é fácil e hoje isso foi contra ele, eu diria. Se é pressão ou não, não consigo comentar.”

Próxima Fórmula 1 matéria
GALERIA: Vettel bate e Hamilton volta à liderança da F1

Previous article

GALERIA: Vettel bate e Hamilton volta à liderança da F1

Next article

Receosa por punição, Mercedes pediu a Hamilton para forçar

Receosa por punição, Mercedes pediu a Hamilton para forçar
Load comments