Mercedes pontua com Nico Rosberg e abandona com Michael Schumacher

Asa móvel de Schumi ficou travada na posição aberta e fez o heptacampeão mundial abandonar o GP

Rosberg foi presa fácil no início da corrida

A Mercedes GP sai do Canadá sem ter muito o que comemorar. Novamente Michael Schumacher enfrentou problemas e teve que abandonar e Nico Rosberg não chegou além da sexta colocação.

Rosberg comentou que sua prova foi conturbada e que poderia ter sido um pouco melhor.

"Foi difícil encontrar um ritmo nesta corrida confusa, principalmente no início. No final, a diferença para os carros que não era grande. Poderia ter ido melhor este fim de semana, e só precisamos ter um desempenho um pouco melhor para estar competindo na frente. No entanto, foi bom para aumentar a nossa compreensão sobre os pneus", disse o vencedor do GP da China.

Já a corrida de Schumacher foi complicada. O heptacampeão mundial teve que abandonar por causa de um problema com sua asa móvel, que se mantinha na posição aberta todo o tempo.

"Infelizmente, o meu fim de semana de Montreal não foi livre de problemas. Tive um problema hidráulico com o DRS, o que me obrigou a terminar a minha corrida. No início, eu não sabia exatamente qual era o problema. Errava freadas, escapava pela grama e me perguntava o que estava acontecendo. Em seguida, a equipe me falou sobre o problema e eu vi nos espelhos. É claro que é decepcionante para todos nós, mas não é uma questão de apontar dedos, coisas como isso acontece", finalizou.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Canadá
Pilotos Michael Schumacher , Nico Rosberg
Tipo de artigo Últimas notícias