Mercedes promete modo de classificação mais potente

Equipe alemã deixa claro para seus rivais que seu objetivo é ter um modo de classificação mais poderoso este ano, apesar da necessidade de ter motores que durem mais

Os fabricantes da Fórmula 1 passaram o inverno europeu com foco na melhoria da confiabilidade de seus motores para 2018, agora que as unidades permitidas por cada piloto foram reduzidas para três por ano.

Mas enquanto se diz que Ferrari e Renault estão satisfeitas com o fato de suas unidades mais duradouras alcançaram os mesmos níveis de desempenho da versão do ano passado, a Mercedes diz que sua ambição é alcançar novos picos de potência.

Lewis Hamilton confessou que não pode esperar mais tempo para liberar os mapas de classificação da Mercedes, que ele apelidou de "modo festa", pela primeira vez em Melbourne. A montadora alemã está ciente de que não permitirá que a regra dos três motores comprometa seu funcionamento, potência e desempenho.

Falando ao Motorsport.com durante um evento promocional da Petronas, fornecedora de combustíveis e lubrificantes da Mercedes, o chefe de motores de F1, Andy Cowell, disse que as mudanças em sua unidade de potência para 2018 visam ajudar o projeto do carro, além de aumentar sua potência.

"É mais elegante, adaptar-se melhor às limitações aerodinâmicas do carro", disse. "Em Abu Dhabi, saberemos se ele dura mais que o anterior. Houve um impulso contínuo para garantir que nosso modo de classificação e nossos modos de corrida sejam mais fortes do que nos anos anteriores."

Embora Renault e Honda consideram fazer mudanças táticas no motor no final da temporada para garantir que o desempenho não seja comprometido, Cowell acredita que a potência é um foco equivocado.

"A maneira mais positiva de olhar para o campeonato é que vai produzir uma unidade de potência capaz de fazer sete corridas e certificar-se de que ao cruzar a linha ao final da sétima corrida tenha confiança", disse.

"Mas o que você não deve fazer é diminuir a potência. Precisamos que nosso modo de classificação seja melhor do que nunca, precisamos que nosso modo de corrida seja melhor do que nunca."

Hamilton sugeriu que o ritmo da Mercedes nos testes de Barcelona não aumentou ao usar os modos de classificação, e disse que estava aproveitando a oportunidade para liberar o que seu carro era capaz de fazer na Austrália neste fim de semana.

"Nosso modo de classificação é o modo mais divertido, deveria ser o modo 'festa'", disse o campeão mundial. "Isso dá mais potência e mais suco, e é quando atingimos as velocidades mais altas".

"Acho que Andy e a equipe, definitivamente testaram no banco de provas e espero usá-lo nas poucas ocasiões em que o teremos durante a temporada."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Equipes Mercedes
Tipo de artigo Últimas notícias