Mercedes se arrepende de ordens de equipe em Abu Dhabi

Toto Wolff admite que impor ordens a Lewis Hamilton não foi a melhor decisão a ser tomada

Enquanto Lewis Hamilton pretendia complicar a vida do companheiro de equipe, Nico Rosberg, diminuindo seu ritmo e aumentando suas chances de título, o piloto inglês recebeu ordens pelo rádio para seguir com sua velocidade normal.

A Mercedes estava claramente preocupada que Sebastian Vettel, com pneus mais novos, viria para a vitória, prejudicando a estratégia inicial da equipe.

No final, Hamilton ignorou os pedidos, alegando que tinha a corrida sob controle. Após o episódio, a Mercedes pensou em mudar a abordagem com seus pilotos.

Após reflexão, Toto Wolff agora admite que o pitwall não deveria ter se envolvido em tudo, mas diz que o fez por preocupação de perder a corrida.

"No calor do momento, às vezes você toma decisões erradas", disse Wolff à Sky Sports.

"Em nossa mente, da maneira que pensávamos, esta corrida estava nos dando o mesmo número de pontos que outras e estávamos tentando ganhar, não considerando que havia muito mais em jogo."

"Deveríamos ter nos comunicado de outra forma e ter deixado ela acontecer de maneira apropriada."

No Autosport Awards, Paddy Lowe disse que o que aconteceu em Abu Dhabi estava bem para ele.

"Acho que foi um grande resultado, um grande final não só para a equipe, mas para o esporte como um todo", disse ele. "Então foi um resultado fantástico mesmo eu dizendo a Lewis para acelerar."

"Vale a pena lembrar em Mônaco que nós dissemos a Nico para deixar Lewis passar e essa foi a minha outra instrução, e ele fez isso."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP de Abu Dhabi
Pista Yas Marina Circuit
Pilotos Lewis Hamilton , Nico Rosberg
Equipes Mercedes
Tipo de artigo Últimas notícias