Mercedes se diz preocupada com chances para o GP de Mônaco

compartilhar
comentários
Mercedes se diz preocupada com chances para o GP de Mônaco
Adam Cooper
Por: Adam Cooper
21 de mai de 2018 10:27

Toto Wolff diz que equipe ainda não entendeu a falta de competitividade no principado, enquanto que pilotos temem domínio da Red Bull

Toto Wolff, Executive Director (Business), Mercedes AMG
Toto Wolff, Executive Director (Business), Mercedes AMG

O chefe da Mercedes na F1, Toto Wolff, admite que está preocupado com as possibilidades de sua equipe para o GP de Mônaco, onde enfrentou grandes dificuldades no ano passado.

Em 2017, Valtteri Bottas terminou a prova em quarto, com Lewis Hamilton em sétimo, tendo iniciado o GP apenas em 14º depois de sofrer no Q2.

“Estou preocupado para caramba”, disse Wolff, quando questionado sobre sua sensação para a próxima prova do calendário.

“Vimos nos últimos anos que havia sempre pistas que casavam melhor conosco, sendo que outras não eram perfeitas seja por qual razão for.” 

“É muito difícil desfazer o DNA do carro, e Mônaco, Budapeste, Cingapura são todas pistas em que rendemos abaixo do que deveríamos – e muito – no ano passado.”

“É um ótimo desafio para nós voltar neste ano, domando a ‘diva’ – não é uma diva neste ano, na verdade. Ela está se comportando melhor.”

“É difícil. Ainda não descobrimos por que nosso carro não gosta de ser rápido nas curvas de Mônaco.”

Hamilton acredita que Mônaco pode ser um GP difícil para a Mercedes e espera que a Red Bull será forte, especialmente após o RB14 ser rápido no apertado setor final de Barcelona na última etapa disputada. 

“Mônaco será um sério desafio. Será difícil bater os outros. Se você olhar para Daniel Ricciardo [na Espanha], ele era muito mais rápido no último setor, e o último setor é só pressão aerodinâmica. Então, eles serão rápidos em Mônaco, muito difíceis de serem batidos.”

“Montreal também, onde é muito, muito difícil colocar temperatura nos pneus. Serão muitas voltas até colocar as temperaturas nos pneus por lá.”

“Então, coisas diferentes que estão por vir serão desafiadoras. Não acho que será uma vantagem clara como foi [na Espanha] em todas as corridas.”

Bottas concordou que a Red Bull poderá se mostrar a equipe a ser batida no principado.

“É difícil dizer como vamos render por lá, e a performance entre as equipes têm mudado muito durante os fins de semana”, disse o finlandês. 

“Sabemos que ela não pode ser a melhor para nós. A Red Bull foi realmente rápida no último setor [em Barcelona], que possui curvas sinuosas, e é disso que Mônaco se trata.”

“Acho que a Red Bull será forte, a Ferrari esteve na pole no ano passado, então não será um fim de semana fácil.”

“Mas, se continuarmos nos esforçando e aprendendo como estamos fazendo por toda a temporada até agora, tomara que tenhamos um bom fim de semana, com um bom carro na classificação, porque isso será muito importante.”

Próxima Fórmula 1 matéria

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP de Mônaco
Localização Monte Carlo circuito de rua
Equipes Mercedes
Autor Adam Cooper
Tipo de matéria Últimas notícias