Mercedes tenta evitar que Hamilton largue dos boxes na Alemanha

Equipe busca alegar falta de segurança com marca de freios usada por inglês; Rosberg usa outro fornecedor

O problema de Lewis Hamilton com os freios dianteiros, que causou a batida do inglês ainda na primeira parte da classificação do GP da Alemanha, ainda pode fazer com que o vice-líder do campeonato largue dos boxes na corrida deste domingo.

[publicidade]O inglês usa os freios fornecidos pela empresa italiana Brembo, ao contrário de seu companheiro de equipe, Nico Rosberg, que prefere os Carbone Industrie. Após o problema da classificação, a equipe tenta alegar questões de segurança para que o piloto mude de marca sem ter de largar do pit lane.

Seja como for, Hamilton terá uma corrida de recuperação pela frente e garantiu que o impacto de 27G da batida não vai atrapalhar seu rendimento. “Vou tentar fazer o que sei fazer de melhor: avançar no meio do pelotão. Não vou pensar nos freios, vou forçar como de costume e superar o que aconteceu. Já usei todas marcas ao longo da minha carreira, então isso não vai afetar a maneira como eu vou correr amanhã.”

Apesar de seus freios serem novos, Hamilton apontou as altas temperaturas como um fator que pode ter causado a falha. Contudo, o diretor técnico da equipe, Paddy Lowe, confirmou que outras equipes que usam o material cedido pelos italianos da Brembo tiveram problemas nesta temporada.

“Parece que foi uma falha estrutural no material de carbono”, afirmou à Sky Sports. “Há um histórico disso neste ano, não apenas em nosso carro, como também em outros. Muito trabalho foi feito mas, sem saber exatamente o que aconteceu, não dá para explicar por que o freio falhou novamente.”

A informação não foi confirmada pelas demais equipes. O grid oficial para a corrida costuma ser anunciado pela FIA apenas horas antes da largada.
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias