Mercedes: Vitória de Hamilton em Baku "não parece certa"

Toto Wolff afirmou que triunfo de tetracampeão no GP do Azerbaijão não parecia correto

A Mercedes teve dificuldades em igualar a Ferrari durante todo o final de semana do GP do Azerbaijão e se beneficiou de um período de Safety Car e ter Valtteri Bottas à frente.

Mas Bottas perdeu a vitória devido a um furo de pneu nas últimas voltas, com Lewis Hamilton herdando o primeiro lugar.

O chefe da Mercedes, Toto Wolff admitiu que nesta ocasião o safety car ajudou a Mercedes, tendo contribuído para a frustração da equipe em outras corridas deste ano.

Hamilton havia perdido para Sebastian Vettel no GP da Austrália, após a abertura da temporada, depois que o piloto da Ferrari se beneficiou de um período de safety car virtual.

"Ainda não parece certo, por duas razões", disse Wolff sobre a vitória de Hamilton em Baku. "A primeira razão é que faltou ritmo, e a segunda razão é que o cara mais rápido da pista não terminou por causa de um furo no pneu causado por detritos na pista a três voltas do fim.”

"O sentimento que prevalece em todos nós é que não tivemos o ritmo durante o final de semana que precisávamos ter.”

"Do ponto de vista de [Hamilton], ele sabe muito bem o que é certo e errado, e era uma corrida que Valtteri venceu.”

"Mas acho que ele acabou tendo sua vitória de Melbourne de volta. É assim que você deve ver isso."
Wolff disse que a equipe nutria esperanças de que Bottas ainda pudesse derrotar Sebastian Vettel em uma luta direta com pneus novos no final, mesmo sem a intervenção do Safety Car.

"Valtteri continuou indo cada vez mais rápido e mais rápido, ao ponto de que, mesmo sem carro de segurança, achamos que havia uma chance", acrescentou Wolff.

"Ele teria mudado depois para o ultramacio e teria sido capaz de caçar Sebastian, mas obviamente tudo mudou."

Wolff disse que ficou surpreso ao ver Vettel lançar um ataque contra Bottas depois do safety car, uma manobra que fez o alemão sair da pista.

"Foi muito interessante, porque eu pensei que no reinício Valtteri fez muito bem e ele abriu uma vantagem. Mas a Ferrari voltou bem.”

"Vimos nos dados que esse é o ponto mais forte deles, é onde o motor deles parece funcionar melhor, em torno de 200 km/h, e ele se recuperou.”

"Ele tentou por dentro e Valtteri foi muito inteligente em abrir a porta quando o viu travando as rodas. Acho que além de Valtteri, todo mundo cometeu erros neste domingo."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Lewis Hamilton
Equipes Mercedes
Tipo de artigo Últimas notícias