Mesmo 37 pontos atrás, Lotus ainda acredita em vice entre construtores

Time lamenta pódio perdido em Abu Dhabi, mas confirma que não vai parar de lutar por campeonato de equipes

Com o crescimento de Grosjean no fim desta temporada, a equipe Lotus tem se tornado uma grande ameça a Mercedes e Ferrari na disputa pelo mundial de construtores. O time ainda acredita que, com bom rendimento na corrida dos EUA no próximo fim de semana, possa se aproximar mais dos dois times à frente.

“Perdemos um pódio em Abu Dhabi, mas ficou claro que o carro tinha ritmo para estar lá”, disse Eric Boullier, diretor da equipe.

“Ainda há duas corridas e 86 pontos em jogo, por isso matematicamente ainda é possível e nós não vamos parar de dar nosso máximo. Claro que para marcar o máximo de pontos, você precisa ocupar o pódio, e há o problema de Sebastian Vettel sempre estar de alguma forma lá. Certamente, para nós, seria bom se Seb teve um feriado no início de inverno”, completou o dirigente.

Grosjean e Räikkönen acreditam que o fim de semana deste ano poderá ser melhor para a equipe do que o do ano passado. “Nós não saberemos o quão bom somos em Austin até entrarmos na pista, mas certamente vamos conseguir um bom resultado", acha Kimi.

“No ano passado tivemos um fim de semana razoável, em nossa primeira visita ao Circuito das Américas. Mas neste ano eu acho que há potencial para muito mais”, crê Grosjean.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP dos EUA
Pilotos Kimi Raikkonen , Romain Grosjean
Tipo de artigo Últimas notícias