Mesmo com chegada da Ferrari em Sepang, Hamilton se diz relaxado

Britânico crê que foi positivo para o campeonato ver Vettel vencendo, e vê GP da China mostrando realidade

Mesmo sendo derrotado de maneira acachapante pela Ferrari e Sebastian Vettel no GP da Malásia, há duas semanas, Lewis Hamilton não vê motivo para pânico por enquanto. O piloto da Mercedes afirmou hoje em Xangai que os carros da Ferrari estão muito rápidos, mas a grande prova será neste fim de semana na China, com o clima mais ameno.


[publicidade]"Eles estão muito, muito rápidos. Fizeram um grande trabalho", disse ele.

"Poderíamos ter feito um trabalho melhor. É verdade que eles tinham ritmo. Se era verdadeiro, vamos descobrir aqui. São dois extremos, por isso vamos obter uma melhor compreensão após os treinos. Nós não estamos estressados ou qualquer coisa, nós não tivemos o mais incrível dos fins de semana, mas acho que seremos mais fortes aqui."

Reconhecendo o bom desempenho dos rivais italianos, Hamilton insiste que está feliz em ser desafiado por Vettel, independente da posição que chegue.

"É por isso que eu estava muito relaxado após a corrida", disse ele. "É ótimo ter essa concorrência. Eu gostaria que fosse mais próximo, que não tivéssemos um espaço de dez segundos entre nós."

Para Hamilton, a sugestão de Toto Wolff, diretor executivo da Mercedes, de que perder para Ferrari era um fato para se abrir os olhos foi "fora de proporção".

"Eu, pessoalmente, não vejo assim. Mas ele é o chefe da equipe, essa é a sua perspectiva. Para mim, você não pode ter todos os finais de semana bons. E, inclusive, não foi um desastre para nós o que houve. Há muitas coisas que poderíamos ter feito melhor, mas não foi um grande desastre.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias