Mesmo com desvantagem, Alonso mantém motivação para Suzuka

Vencedor do GP do Japão em 2006, Fernando pode se tornar o maior pontuador da história da F-1 neste fim de semana

A sete pontos do recorde de todos os tempos de Michael Schumacher em pontos somados na F-1 (1566 a 1559), Fernando Alonso pode passar o alemão neste fim de semana com um sexto lugar no GP do Japão deste domingo. Mesmo com as diferenças nos sistemas de pontuação, o espanhol disse que gostaria de garantir a estatística.

“Isso é bom e é o pouco que posso conseguir neste ano. O mundial está escapando, e vemos outras estatísticas indo para os outros, como poles, vitórias e o tetra, mas o recorde de pontos é bom. Se pudermos fazer isso, vou desfrutar e seria legal se fosse aqui em Suzuka”, falou ao TotalRace.

"Mas isso não muda nada. Sempre fazemos tudo o que podemos, às vezes somos primeiros, às vezes segundo, outras vezes sexto. Vamos tentar fazer o melhor possível neste fim de semana e ver a posição final.”

Alonso adotou tom crítico quanto ao estouro do pneu de Pérez na Coreia. “No final os pneus são os mesmos para todos. Temos que nos adaptar o mais rápido possível. Neste ano começamos bem, no ano passado, não. A margem de melhora está nas equipes. Como pilotos, não queremos ver problemas de segurança como vimos em Silverstone e na Coreia com Perez. O pneu estava desgastado, mas não é normal que depois de 15 ou 20 voltas você trave e ele exploda a 300 km/h.”

Por fim, Fernando elogiou Hülkenberg, que o segurou nas últimas voltas da corrida do último domingo. “Nico fez uma corrida perfeita na Coreia. Não cometeu nenhum erro e não conseguimos passá-lo. Ele está em uma boa posição, mas tem um grande futuro. É muito jovem, é talentoso e com certeza ainda o veremos em algum carro competitivo.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Japão
Pilotos Fernando Alonso
Tipo de artigo Últimas notícias