Mesmo com problemas no início, Ricciardo diz que se divertiu

Largando da 14ª posição, se envolvendo em incidente inicial, australiano conseguiu boa recuperação, ao terminar em sexto

Daniel Ricciardo teve o GP do Brasil agitado do início ao fim, tendo que largar da 14ª posição - por ter que cumprir penalidade por troca de componentes de sua unidade de potência. Ele se envolveu em um acidente logo na primeira volta, com Kevin Magnussen e Stoffel Vandoorne e fez corrida de recuperação até finalizar em sexto.

Ao final da prova, Ricciardo explicou a saga do GP do Brasil deste ano.

“Na curva 2 (S do Senna) eu sabia que seria apertado, mas pensei que tinha boa chance de ultrapassar um bom número de carros desde a largada, então eu tentei pelo lado de fora”, disse à NBC

“Estava conseguindo e em seguida senti uma pancada. Obviamente fiquei preocupado com os danos, achava que o pneu tinha um corte, então fui para os pits para trocá-los.”

Sem tempo ruim, o piloto da Red Bull viu diversão mesmo não podendo começar a prova na parte da frente do grid.

“Começar do meio do grid foi divertido, não tínhamos o mesmo ritmo que Lewis, senti que não poderia ter feito muito diferente hoje. Assim que chegava em alguém, eu fazia a ultrapassagem bem rápida. Lutei o quanto pude, mas os líderes estavam muito à frente.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Brasil
Sub-evento Domingo - Corrida
Pista Interlagos
Pilotos Daniel Ricciardo
Tipo de artigo Últimas notícias