Mesmo confiante para 2015, Raikkonen diz que possível saída da Ferrari “não é o fim do mundo”

Segundo mais rápido no terceiro treino, finlandês gostou do novo carro, mas garantiu que não está preocupado com sua renovação

Após amargar uma péssima temporada com a Ferrari em 2014, Kimi Raikkonen enxerga a possibilidade de voltar a ter sucesso na Fórmula 1 em breve. Poucos minutos depois de seu primeiro teste em Jerez de la Frontera, ele disse que a Ferrari deste ano já é "uma história completamente diferente". Nem a pista úmida tirou o otimismo do finlandês, que afirma já ter indícios de que terá um carro melhor em mãos em 2015.
 
[publicidade]"É um carro novo, e você geralmente sabe imediatamente se o carro vai ser bom ou não. Este ano é uma história completamente diferente do ano passado. Obviamente, é apenas o primeiro dia e o circuito ficou úmido na maior parte do dia, mas foi bom. Há uma série de pontos bons nas áreas em que tivemos dificuldades no ano passado", disse.
 
Por enquanto, Raikkonen não demonstra preocupação com a renovação de seu contrato, que vence no final de 2015. Com sua frieza habitual, ele não deu muita importância às perguntas sobre sua continuidade na Ferrari.
 
"Existe uma opção no contrato (para a renovação). Eu não me importo. Cabe a mim fazer um bom trabalho este ano. Se eu for mal e não assinar (com a Ferrari), não é o fim do mundo", declarou.
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias